5 dicas Archives | .:Webrothers:.
close

5 dicas

5 dicasAnálises | Reviews

Tornando a Master League mais legal com times Brasileiros no PES 2018

DQEAaulWAAAoNoo

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre PES 2018!

Hoje o tema é Master League, maior área de interesse para muitos leitores da Webrothers. Todos os anos, a cada versão do Pro Evolution Soccer, tenho meus rituais antes de começar a minha ML e, hoje, vou compartilhar alguns com vocês.

OBS: matéria criada baseada na minha experiência no PS4

Escolha um bom option file

Do mesmo jeito que um bom time começa por um bom goleiro, iniciar uma ML divertida começa por escolher um bom option file. Para começar um save com time BR e se divertir, é essencial que seja usando um OF brasileiro, de qualidade e, de preferência, sem bugs

No meu caso, uso o OF do Vinny (imagem e link acima) que, na minha opinião, é o melhor option file nacional. Entretanto, existem outros OFs por aí, mas que não dão o suporte que o Vinny dá, é garantia de dor de cabeça zero.

Posto isso, assegure-se que o OF esteja com o brasileirão completo, com times atualizados, faces de qualidade, mesmo que feitas no editor interno e, além disso, com os legends desbloqueados.

Baixar um OF meia boca só vai trazer dor de cabeça e dar ainda mais trabalho antes de começar o save.

Editando os jogadores pensando na sua diversão

Depois de instalado o option file de sua preferência, há outro importante passo antes de iniciar um save na ML: editar os jogadores do Brasileirão. Que fique claro que estas são dicas baseadas no meu gosto e que, seguir elas ou não, é escolha de vocês.

Uma coisa que eu sempre fiz, até pelo fato de ter editado diferentes versões de WE/PES por mais de 12 anos, foi editar a data base antes de iniciar meu save. Nesse caso específico dos times brasileiros, é bem legal que você mude, pontualmente, o overall de alguns jogadores.

Uma técnica que eu trago desde o tempo de editor de data base (que era minha maior especialidade) é criar jogadores “referência”, para servir de parâmetro para os outros. Vou dar exemplos: digamos que o Diego Alves, goleiro do Flamengo, seja o melhor goleiro em atividade do Campeonato Brasileiro. Se não me engano, ele começa com 82 ou 83 de ovrl e, sendo ele o melhor, nenhum outro goleiro do campeonato poderá ter um over maior do que o dele.

Posto isso, você define o “jogador referência” para cada posição e, baseado nisso, pode ir editando os demais jogadores tendo eles como parâmetro. Nada impede de você aumentar o over do jogador referência, isso muitas vezes se fará necessário, mas não perca o bom senso, dê aquela “roubada” nas notas dos jogadores, mas com responsabilidade.

Obviamente, a atenção maior será com o seu time, e não poderia ser diferente, ele será o centro da sua diversão. Antes de iniciar o save, vá no seu elenco, avalie suas necessidades, se o craque do time está com notas justas, se aquela revelação está com potencial, se as faces estão parecidas… Entrando no Youtube, vocês acharam diversos tutoriais para fazer as faces no editor do jogo, vejam só:

Assim, ajeite o seu time com responsabilidade, ajeitando alguns overs e aparências, mas sem mudanças bruscas no nível dos jogadores. Se ater às posições registradas também é importante, pois a Konami erra nisso muitas vezes.

Colocar Legends sem liberar jogadores Clássicos

Uma das coisas mais gostosas nesse PES 2018, na minha opinião, é jogar com os legends na Master League. No meu save com o Flamengo, coloquei o Zico, Maradona e Romário no meu time, os maiores ídolos que tenho no futebol.

Meninos, não me julguem, ok? Eu curto os legends e muito, mas sem estragar o jogo. E vou explicar. Para começar, para usar os legends é necessário ter instalado um option file que desbloqueie eles. Feito isso, eles estarão lá nos times clássicos do PES.

O próximo passo é escolher os legends que queremos no jogo. Faço isso pois não curto um save com 800 mil legends espalhados pelos times, escolho um e outro que mais gosto e coloco no meu time. No meu caso, o processo foi simples: fui no menu editar, criar jogadores e criei 3 novos jogadores copiando a base do Zico, Maradona e Romário.

Feito isso, ao iniciar meu save, os 3 estavam lá na ML em “jogadores criados”, sem que eu precisasse liberar a opção de desbloquear os jogadores clássicos na Master League. Esse, na minha opinião, é o jeito mais legal de desbloquear os lendários.

Ah, e pra galera do mimimi que vai dizer que é “paia” jogar com os legends, que o jogo fica “roubado”, basta colocar no nível lenda, beleza?

Não fazer contratações irrealistas

Uma das coisas mais legais em se iniciar uma ML com times do Brasileirão é podermos jogar PES 2018 trazendo-o para dentro da nossa realidade, correto? Jogar com o nosso clube de coração, controlar jogadores que vemos toda semana em ação, tudo isso é muito legal, todo esse vínculo.

Uma das coisas que não faço, de jeito nenhum na minha ML, é fechar contratações irrealistas (com a exceção dos legends, é claro). Eu não contrato jogadores de fora da América do Sul pro meu Flamengo de jeito nenhum, mesmo que seja um europeu top e que esteja listado para venda.

No meu Flamengo, tirando os legends, só contrato ou jogadores BR (exceto os tops que não vem mesmo, como Neymar e etc), jogadores argentinos, peruanos, chilenos, colombianos e do Mercosul em geral. Pra mim, isso deixa o jogo mais legal e realista, mas nada contra quem gosta de rechear seu time BR com jogadores europeus.

A polêmica dos jogadores filhinhos

Um dos pontos mais polêmicos na Master League atual é em relação aos jogadores filhinhos, que são aqueles que se aposentam e voltam com 16 anos livres para transferência.

Como eu já disse em matérias anteriores, eu curto os filhinhos, mas tem quem não goste. No caso da ML com time Brasileiro, eu uso eles com duas finalidades:

  • Jogadores filhinhos brasileiros ou latinos eu contrato sim, sem problemas, pois já vem com muitas habilidades e evoluem rápido;
  • Jogadores filhinhos europeus eu contrato se estiver precisando de grana. Eu não chego a usar eles, mas contrato e vendo depois; já na primeira janela depois de contratá-los, chovem propostas de transferências e dá pra fazer uma grana.

Assim, gostando ou não dos filhinhos, eles podem ser uma solução par o seu time em termos técnicos, ou em termos financeiros. Você escolhe.

Conclusão

Mesmo sem termos uma série B do Brasileirão, é possível nos divertirmos na ML apenas personalizando as coisas ao nosso gosto. Caso as modificações que vocês tenham feito deixem o jogo mais fácil do que vocês gostariam, basta ajustar a dificuldade para o nível lenda, que tudo vai ficar equilibrado.

Galera, não deixem de postar as sugestões, comentários e críticas de vocês. Também mandem suas opiniões e ideias para o nosso e-mail we-brothers@we-brothers.net .

Um abraço a todos e #OCampo é nosso!

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estou lá o dia inteiro e dou as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

>>>> LANÇADA A V3 DO OPTION FILE DO VINNYEXTREME PARA PES 2018 PS4!!!!!!!!!!!!!!!!<<<<<

COMPRE SEUS JOGOS EM MÍDIA DIGITAL COM O RAUL!!!!!!!!!!

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
5 dicas

5 dicas: fatores climáticos no PES

Fatores climáticos no PES

Olá, brothers! Hoje é dia de “5 dicas: fatores climáticos no PES, onde discutiremos como os fatores climáticos podem influenciar no Pro Evolution Soccer. Lembramos que, todas as dicas coletadas, serão enviadas a Konami.

Bem, antes de entrarmos no tema desta semana, vamos ver as melhores dicas da semana passada. Bem, muitos comentários foram relativos a Master League, que realmente está “pelada” no PES 2014. Uma das sugestões foi a do user “Guima”, que disse que deveríamos apenas escolher o nome, aparência e nacionalidade do técnico. Daí viriam propostas de contrato e todo um desenvolvimento mais minucioso. Bem, na minha opinião, isso deveria ser uma opção no início da liga master: ou você escolhe o time padrão da Master League, ou escolhe o time que você quiser com a escalação original, ou começa desempregado. Tirar a escolha, o livre arbítrio do player é algo perigoso e que pode trazer muita insatisfação. Essa opção seria excelente, mas como uma opção no início.

Outra coisa que é bastante citada nos comentários é o excesso de times fictícios no jogo. Eu já acho excelente, pois esses times dão liberdade para os editores personalizarem seus patches e option files. A galera que está com exceço de times não reais no seu PES, basta pesquisar um OF ou patch aqui no nosso site.

Uma falha grave do PES 2014 citada pelo nosso leitor “JOHN”, é a ausência do modo comunidade no on line. Eu, particularmente, usava demis esse modo de jogo, pois você podia organizar torneios on line com os seus amigos, guardar as estatísticas das partidas com a galera… esse era o modo de jogo que eu mais jogava. Bola fora!

Bem, galera. Agora vamos entrar no tópico desta semana: fatores climáticos!

A volta da chuva e sua influência no campo
Bem, todos sabem que a ausência da chuva é uma das principais bolas fora do PES 2014. Entretanto, a chuva nunca “existiu de verdade” na franquia PES, ela era apenas uma textura sobre o campo que nunca influenciou na jogabilidade do game: a bola não travava em poças de água, as roupas dos jogadores nunca ficavam molhadas, o campo não ficava “pesado”, etc. Esperamos que isso seja implementado no PES 2015, uma chuva de verdade, que influencie no jogo, que traga novas variáveis ao gameplay.

O fator calor
Assim como a chuva, o calor é um fator que deve ser melhor aproveitado no PES. Quanto maior a temperatura em que a partida é realizada, mais rápido os jogadores se cansam. Esse fator deveria ser bem claro, pois ajudaria a utilizar mais os outros jogadores do plantel, forçar substituições, e etc. Na franquia PES, raramente nós precisamos utilizar todo o plantel de jogadores.

Neve de volta
E a nossa querida neve? Assim como a chuva, ela não influenciava em nada, mas ela precisa voltar e mudar as condições do campo de jogo. Não posso falar muito sobre isso porque moro no Rio de Janeiro e, aqui, neve não existe.

Mudança de clima durante a partida
Estabelecidas as variantes climáticas, surge a excelente possibilidade delas interagiram durante uma partida: um jogo começa com sol e, durante a partida, começa a chover, nevar, etc. Seria legal ter relâmpagos em dias de tempestades, e etc. Entretanto, a Konami deveria ter muito cuidado para não fazer nevar durante o campeonato brasileiro, por exemplo.

Previsão do tempo

Assim como acontecia em versões anteriores da franquia, deveriam ser mostradas antes do início da partida, as condições climáticas. Isso também deveria ser mostrado no menu da liga master e, no calendário, poderíamos consultar a previsão do tempo do dia que quiséssemos.

Então, galera! Vamos debater o assunto e ter mais ideias para discutirmos na semana que vem. O comentário de vocês é essencial para que surjam ideias para as próximas colunas. Um abraço a todos e #FutebolSeJogaComPES .

Webrothers Forum – http://www.we-brothers.net/forum
Webrothers Twitter – https://twitter.com/webrothersteam
Webrothers Facebook – https://www.facebook.com/webrothersteam
Webrothers Google+ – https://plus.google.com/u/0/+WebrothersNetteam

Leia Mais
5 dicasAnálises | Reviews

5 dicas – melhorando a base de dados do PES

5dicas

5 dicas – melhorando a base de dados

Olá, brothers! Chegou mais um “5 dicas”, a coluna semanal da Webrothers onde discutimos melhorias para a nossa amada franquia Pro Evolution Soccer. Antes de partirmos para as dicas desta semana, vamos dar uma olhada nos melhores comentários da semana passada.

O nosso leitor Patrício deu a dica de inserir os fatores climáticos (chuva, neve, etc) e que eles deveriam influenciar no jogo, na maneira de como a bola rola, etc. Sim, Patrício, isto estará no PES 2015 de maneira muito realista. Entretanto, iremos ter um “5 dicas” somente sobre isso. Aguarde e confie.

Já o membro Kassito deu a dica de que poderíamos, na ML e MLO, criarmos nosso time do zero, escolher seu nome, contratar os jogadores, construir o estadio, e etc. Realmente seria muito bom fazermos isso ao invés de usar aquele time com Castolo e cia. O Kassito ainda deu outras dicas pra integrar o PES de diferentes plataformas. Isso tudo foi anotado e será abordado nas próximas semanas.

Uma das coisas mais pedidas nos comentários é a volta do famoso “cara ou coroa” do International Super Star Soccer. Seria demais que ele voltasse, traria mais glamour ao jogo, melhoraria a imersão no game. São detalhes como esse que faltam no PES 2014, que está muito “pelado” no Football Life.

Já o Victor lembrou de algo importante que não está no PES 2014: os pontos de experiência ganhos ao fim de cada partida. Esses pontos seriam usados para comprar itens no extinto PES Shop e etc.

Bem, agora vamos às 5 dicas desta semana, em que iremos focar em melhorias para a base de dados do jogo.

Um editor (off game) para a base de dados:
Uma das coisas mais chatas no PES 2014 é a limitação do modo editar do jogo: ele é extremamente limitado. A solução ideal para isso é fazer a mesma coisa que a Sports Interactive fez no Football Manager: separou o editor do jogo em si, criando um programa externo (oficial, é claro) que permite editar toda a base de dados: times, jogadores, competições… literalmente tudo. Seria um grande avanço para o jogo, pois permitiria aos jogadores personalizarem seu PES ao máximo e, ainda por cima, iria facilitar muito a vida dos editores de patches e option files.

Acabar com os times e jogadores duplicados:
Um grave problema nesse PES 2014 são os times duplicados. Os times brasileiros, argentinos e chilenos da libertadores também estão nas suas ligas. Assim, temos 2 Corínthians no jogo, por exemplo. E são 2 times totalmente diferentes.

Diminuir times fictícios:
Uma das coisas que mais atrapalham a experiência da Liga Master e Rumo ao Estrelato é o excesso de times fictícios, principalmente os que fazem parte da segunda divisão. A Konami deveria focar em licenciar segundas divisões reais para acabar com esse problema. Não precisaria licenciar todas as segundonas de todas as ligas. Aos poucos iriam sendo adicionadas novas, mantendo a genérica para as ligas sem a sua própria série B.

Voltar com o editor de estádios:
Bem, parece chover no molhado falar disso novamente. Entretanto, o editor de estádios faz muita falta nesse PES 2014. A Konami deu uma desculpa de que não poderia inserir essa funcionalidade por “problemas com licenças” mas, como sabemos, isso é impossível. Nenhuma restrição de licença pode impedir um jogo de inserir um editor. Se fosse assim, nenhum jogo teria opções de personalização, um modo de edição. Assim, realmente o editor de estádios não está no PES 2014 por falta de tempo, devido ao prematuro lançamento do jogo.

Interação com o futebol real:
Uma coisa que deveria ser copiado do Fifa é a atualização constante da base de dados de acordo com o desempenho dos jogadores na vida real. Se um jogador está em boa fase, melhora-se as suas habilidades. Se ele se machuca na vida real, também fica machucado no game, e por aí vai… essa questão de interação com o futebol da vida real será algo a ser desenvolvido melhor nas próximas semanas.

E aí, o que achou das dicas desta semana? Não deixe de comentar e também dar as suas próprias dicas. Na próxima semana iremos destacar os melhores comentários. Um abraço a todos e FutebolSeJogaComPES

Webrothers forum: www.we-brothers.net/forum

Leia Mais
5 dicasAnálises | Reviews

5 dicas – semana #1: melhorando a Liga Master no Pro Evolution Soccer

5dicas

Olá, brothers! O “5 dicas” é mais uma coluna semanal que chega a Webrothers. Aqui iremos sempre apresentar e discutir dicas para melhorar a nossa amada franquia Pro Evolution Soccer. Como funciona? A cada semana teremos um tópico diferente para enviarmos dicas. Por exemplo: nesta primeira semana, iremos debater dicas para melhorar a Liga Master.

Algo essencial para o “5 dicas” é a participação da galera. Vocês devem dar assuas opiniões e dicas para a coluna da próxima semana. Além disso tudo, elaboraremos um relatório para a Konami contendo todas as dicas aqui debatidas, visando melhorar o nosso amado PES / WE.

Então vamos ao que interessa:

Galera, o “5 dicas” desta semana irá abordar a Liga Master. Vamos tentar ter idéias que possam melhorar significativamente o modo de jogo de maior sucesso do Pro Evolution Soccer.

Dica #1: estatísticas
Uma coisa essencial num jogo de esportes é um sofisticado sistema de estatísticas. Ele cria metas para o “gamer”, objetivos secundários dentro do jogo, “side quests” que aumentam (e muito) a imersão e o grau de diversão. O PES ainda tem um  sistema de estatísticas muito pobre. Não existe uma ficha de jogador que te permita visualizar quantos gols ele fez na carreira, os clubes que jogou, as contusões que teve, etc. O mesmo vale pros clubes, que também não possuem um lugar onde possa ser visualizada toda a sua história e seus títulos. Além disso, as estatísticas também devem interagir na tela durante uma partida, algo que se assemelhe às melhores transmissões televisivas.

Dica #2: calendário
Uma das piores coisas no PES 2014 é o calendário do Football Life. Não existem datas definidas e você sente que não possui controle algum sobre o jogo. Só existem duas possíveis explicações para essa bizarrice: ou o cara que implementou isso nunca viu uma bola na vida, ou eles usaram esse calendário genérico para não precisarem detalhar as diferentes datas de inícios das ligas, das janelas de transferências, e etc. Como é possível você jogar um modo carreira, onde você deve planejar a sua carreira de jogador ou a trajetória do seu time, sem um calendário definido, sem o controle do tempo????????????

Dica #3: transferências
Outra coisa que nunca foi boa no PES e que piorou no PES 2014 é o sistema de transferências. Você não consegue trocas jogadores, não consegue dar um dinheiro mais um jogador pelo outro, você só consegue negociar contratos dentro da janela de transferências… Um jogo de futebol tem que ter um sistema de transferências realista!

Dica #4: feed de notícias
Uma coisa extremamente simples e que aumenta muito o grau de imersão no jogo é um feed de notícias. Lembra que, há alguns anos, existia na Liga Master um “jornalzinho” que mostrava notícias do mundo do futebol, entrevistas, resultados e etc? Essa é uma das coisas mais pedidas pelos fãs para voltar à franquia Pro Evolution Soccer. Faz você interagir mais com o jogo, melhora a experiência do jogador. Um dos grandes problemas do PES 2014 é a falta de opções “fora do gramado” que te proporcionem diversão.

Dica 5#: voltar com o técnico
Uma das coisas legais no PES 2013 era você ser representado fisicamente no jogo através da figura do técnico. Ao invés de sofisticarem essa ideia, ela foi simplesmente abolida do jogo (a única explicação para isso foi a falta de tempo para desenvolver o PES 2014). Que ele volte no PES 2015 e que tenha mais poder de interação dentro do game.

É isso aí, brothers. Agora aguardamos os seus comentários com dicas que faltaram, sugestões para a próxima semana e etc.

Um abraço a todos e #FutebolSeJogaComPES

Webrothers Forum: www.we-brothers.net/forum

Leia Mais