Jogadores brasileiros e a guerra imbecil contra jogos de futebol
close

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre Pro Evolution Soccer!

Infelizmente, os fãs brasileiros de futebol digital continuam sofrendo com a ignorância, burrice e falta de visão dos jogadores brasileiros de futebol, que faz tanto PES quanto FIFA, não conseguirem reproduzir o campeonato brasileiro do jeito que nós, torcedores tupiniquins, merecemos.

Desta vez, veio mais uma onda de processos de jogadores, agora contra a EA Sports. Segundo o UOL (pra aqueles que vem aqui copiar nossas matérias, aprendam a citar as fontes), a produtora canadense foi surpreendida por uma ação do sindicato dos atletas de São Paulo por uso ilegal dos direitos de imagem de vários jogadores.

Segundo o portal UOL, o processo engloba edições do FIFA desde 2004 e tem, como valor,  R$ 50 milhões. “Estão pedindo indenização por dano moral e material. Usurpação da imagem, ato ilícito, vinculado à imagem de uma série de jogadores, sem autorização específica para tanto. Existe autorização dos clubes. Essa autorização só compreende o clube”, explicou o advogado Leonardo Laporta, representante dos atletas no caso.

O processo envolve mais de 4.000 aparições de jogadores, segundo Laporta. Segundo ele, os clubes podem ceder a sua imagem para os jogos mas, as dos jogadores, é outra história. Ele cita como exemplo os álbuns de figurinhas do Campeonato Brasileiro, onde os jogadores são pagos individualmente.

Ao fim da entrevista, Laporta diz que há um plano semelhante para processar a Konami. dizendo que entrará com uma ação num momento oportuno.

Dito isso, irão dizer: “Edu, então foi por isso que a Konami perdeu os direitos dos jogadores brasileiros na DLC 2.0, né?”. Nada a ver. Desde o PES 2015, a Konami coleta a assinatura de todos os jogadores presentes em Pro Evolution Soccer, ou seja: se esse cara resolver processar a Konami, será do PES 2014 pra baixo. Como o brasileirão apareceu a partir do PES 2013 e, antes disso tínhamos alguns times BR apenas, ele não vai conseguir arrancar muita grana dos japas.

Além disso, muitos jogadores BR já entraram com processo pra cima da produtora japonesa, como relatei desde o ano passado e em outras matérias de janeiro e maio deste ano (escrevi isso pra facilitar quem vai copiar). A Konami enfrenta processos de cerca de 70 jogadores brasileiros, entre eles Paulo Baier, Maxi Biancucchi, Wellington Paulista, Vanderlei (goleiro), Magrão, Reinado (ex-Fla), Fierro, Anderson Carvalho… Só craque de bola, né?

Além disso, as ações giram em torno de R$ 15.000,00 por jogador, totalizando cerca de R$ 1.050.000,00, indo do PES 6 ao PES 2014. Assim, como disse acima, os valores que a Konami poderá perder são bem mais modestos que os da EA.

Segue, abaixo, as decisões judiciais favoráveis aos jogadores de futebol, em primeira instância, contra EA e Konami:

David França (Santa Cruz e ex-Goiás) – R$ 110 mil
Lúcio Flávio (Ex-Botafogo) – R$ 110 mil
Ayrton (Paysandu e ex-Palmeiras) – R$ 100 mil
Renan Oliveira (América/MG) – R$ 100 mil
Tobi (ex-Sport) – R$ 80 mil
Emerson Santos (ex-Bahia) – R$ 60 mil
Vanderlei (Santos) – R$ 55 mil
Magrão (Sport) – R$ 55 mil
Wilson (Coritiba) – R$ 50 mil
Ygor (Ex-Fluminense e Vasco) – R$ 50 mil
Omar (ex-Bahia) – R$ 50 mil
Renato Cajá (Ponte Preta) – R$ 45 mil
Fierro (ex-Flamengo) – R$ 40 mil
Maxi Biancucchi (Ex-Bahia) R$ 40 mil
Reinaldo (ex-Flamengo, SP e Santos) – R$ 30 mil

“Edu, você chama os jogadores de ignorantes mas, na sua opinião, o que eles deveriam fazer”? Simples, eles poderiam fazer um acordo nos mesmos moldes do Maradona, aproveitar essa oportunidade e criar uma fonte de renda constante para eles, receber todo ano uma graninha boa, criar esse mecanismo de licenciamento!

É, brothers, infelizmente eles preferem ganhar um dinheirinho de uma vez só e pagar uma comissão enorme para o advogado… Sabe, nessas horas que me sinto um azarado por ter nascido nesse país, cheio de gente ignorante, desonesta e sem visão.

Um abraço a todos e #OCampo é nosso!

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estou lá o dia inteiro e dou as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

>>>> LANÇADA A V3 DO OPTION FILE DO VINNYEXTREME PARA PES 2018 PS4!!!!!!!!!!!!!!!!<<<<<

COMPRE SEUS JOGOS EM MÍDIA DIGITAL COM O RAUL!!!!!!!!!!

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Comments

comments

Tags : brasilcampeonato brasileiroDestaqueKonamipes 2018Pro Evolution Soccerpro evolution soccer 2018processos
Edu Suliano

The author Edu Suliano

52 Comentários

  1. Na minha opinião tem que ter o campeonato brasileiro sempre cada vez com mais estadios e série b mesmo que genérica, no ps4 nada que um off não resolva, sobre os jogadores brasileiros a Konami deveria exigir dos clubes parceiros terem todos jogadores licenciados e com face , e outros times se o jogador aceitar ter imagem tudo bem , senão fica tudo fake mesmo nada que um off não resolva no caso de um ps4.

  2. Konami deve é nos dá mais liberdade para editar
    .
    Editor de estádio + Editor de Liga adicionando série B e calendário + Editor da Face com imagens.
    .
    Abraço, ninguém mais vai se importar com jogador fake

  3. Mudando de assunto Edu porque a Konami nunca coloca a bola amarela da Nike (Hi Vis) no PES ? aliás o PES tem poucas opções de bolas pra escolher. E as redes se mexendo? a konami prometeu que ia melhorar e nada continua igual ou seja parece rede de arame a bola bate e volta tem vezes que as redes nem se mexem.Saudade das redes do PES 2011.

  4. uma dúvida que tenho desses “offs” é que, no caso dos jogadores que não existiam em edições de PES anteriores, quem define as habilidades deles? o cara que monta o off? tem equilíbrio isso?

  5. Talvez muitos não gostem do que eu vou dizer agora, mas por mim ambas as empresas deveriam largar de vez o campeonato Brasileiro e vou mostrar o Porquê:
    .
    O campeonato Brasileiro acabou em 2011, daí em diante tivemos uma decadência muito grande do futebol nacional.
    Hoje só existem falsos craques que a mídia tenta nos enfiar goela baixo que são bons quando na verdade são ruins, jogadores que não marcam sua passagem e nem criam identidade com os clubes. Os clubes estão completamente quebrados, sem autonomia e na mão de corruptos e dependem de empresários para montar o time ou seja o campeonato brasileiro hoje é um campeonato falido.
    .
    E para piorar no brasil ainda impera a burocracia, a falta de palavra e a má fé. É capaz da pessoa aceitar a fazer um negócio com você, e depois querer mais do que o combinado e ainda te processar ou firmar um acordo, não cumprir, alegar exploração e te processar depois.
    .
    E tem mais, da forma que é aqui fica impossível licenciar os times inteiros e sempre haverão muitos jogadores “fakes”.
    .
    Isso é triste, pois desde que eu jogava nos anos 90 até 2010 sempre torci para que os times brasileiros entrassem no jogo, porém quando finalmente entraram no PES 2013 o campeonato já estava decadente, por isso por mim podem tirar o campeonato brasileiro que não fará falta, seria até um alivio até.
    .
    Concluindo é tanto custo, risco e dificuldade para algo que não vale o esforço. Lamentável.

    1. Que conclusão mais tosca
      .
      Se tiver a liga, os times licenciados, a estrutura do campeonato e os estádios, o resto qualquer o OPTIONFILE dá conta sem o menor problema.

    2. Tosco é o sujeito ler uma coisa e rebater outra. Estou falando que do jeito que funciona o esquema de licenças no Brasil, as empresas não conseguirão licenciar os times completamente .
      .
      Optionfile é edição, é outra coisa. Se for pra fazer com Optionfile, nem de licença precisa, basta editar os times em cima da liga genérica ou de qualquer outra e pronto.
      .
      Ler uma coisa e rebater outra achando que é a mesma coisa é típico de analfabeto funcional.

    3. Brasileirão tá a mesma merda que sempre foi, um campeonato bastante disputado, sem jogo decisivo, com muitos jogadores médios e times nivelados por baixo, piorou muito quando resolveram adotar o tal dos pontos corridos, que é a maior farsa do futebol mundial, bom pra manipular resultados paralelamente na hora decisiva.
      Os times continuam quebrados em sua maioria, assim como já eram.
      Se os clubes fossem obrigados a pagar suas dívidas pra disputar campeonatos, não teríamos um campeonato nacional há décadas.
      Mas concordo que do jeito que funciona o licenciamento no brasil, é pra correr com qualquer empresa.

  6. Quem faz a cabeça desses jogadores são os advogados sanguessugas, por pura ignorância eles acabam acatando a ideia de ganhar um qualquer a mais, mas em contrapartida acabam irritando os fãs os quais queriam jogar com seu ídolo no futebol virtual.

    Mas tem algo muito além disso, uma vez que a a E.A. ganha centenas de milhões com o Ultimate Team, chamou a atenção de muita gente que por sua vez acham que a konami tem o mesmo faturamento usando essas tal licenças, mas c sabemos que isso não verdade, entretanto tenta explicar isso a burro.

  7. sao uns doentes,com a bola murcha q jogam,deveriam dar graças a deus de alguem querer perder tempo reproduzindo nomes e faces deles em jogos de futebol com alcance global…
    campeonato brasileiro no auge de sua decadencia tecnica e esses arrombados se comportando como estrelas mundiais,lamentavel

  8. Tudo bem que o online é uma realidade dos novos jogos, mas me parece que algumas pessoas têm uma ideia muito fixa, como se outras formas de jogar não propiciasse diversão. O propósito de um jogo é na sua essência entreter. Até pouco tempo, nem online existia e nem por isso os jogadores deixavam de jogar e se divertir. Quantos games têm campanhas offlines sensacionais, desafiantes e imersivas. Poderia citar vários.

    No caso do futebol, existem patches disponíveis gratuitamente que deixam o jogo completamente licenciado, muitas faces reais, todos uniformes reais e até alternativos (que nem nos times licenciados são oferecidos) e até possibilidade de narração personalizada muito superior à original com muito mais lógica e mais vibração, etc. Se joga no PC, fica ainda melhor em termos de customizações e melhorias na inteligência artificial do game.

    Claro que a Konami deveria inovar com novos modos de jogo, colocar mais conteúdo e prestar um suporte adequado aos seus consumidores, Mas também não acho que seja essa catástrofe toda. Se online não funciona bem, o jogo não presta. Se os times têm nomes fakes, o jogo não presta. Acho um tremendo exagero. A programação de um jogo de futebol é extremamente complexa. É claro que sempre vai ter um furo aqui, outro ali. Alguém conhece algum game que não apresenta nenhum bug?

    Por mais que se previna, é impossível colocar em um jogo todas as possibildiades que o ser humano possa realizar através de um controle, com a máquina reagindo a cada situação apresentada com extrema precisão do que se espera no mundo real. Penso que se algumas pessoas se permitissem experimentar novas formas de explorar o game, ia passar mais tempo se divertindo do que reclamando, porque o mundo ideal dos jogos nunca chegará.

    1. Já fomos felizes com International Superstarsoccer, winning eleven ps1,ps2… E era tudo off-line. Eu lembro que montava minhas competições, editava os times, deixava mais próximo da realidade possível. Eu tenho 29 anos, e sei que os mais jovens hoje em dia na faixa dos 15 aos 20, se divertem mais jogando online. E não possuem essa tradição de ser o “editor” do seu próprio jogo. Não to querendo justificar os erros da Konami nos últimos anos, mas esses haters atuais acham defeito e problema em tudo.

  9. Se a EA que tem bala na agulha desistiu dessa joça de campeonato , me admira muito a konami ainda tentar reproduzir esse campeonatozinho medíocre que é o Brasileirão , tamanho que é a complexidade de se tentar fazer qualquer coisa que preste …
    Quem em sã consciência pagaria direitos de imagens pra um bando de zé ninguém como esses , duvido que alguém comprou o jogo por causa de algumas dessas “ESTRELAS” do futebol mundial

  10. Todo mundo sabe que o contrato de direito de imagem dos jogadores na real serve pra, basicamente, pagar uma parte do salário por fora sem recolher imposto trabalhista (jogadores todos super honestos e bem intencionados né?). Fico na dúvida se é possível de alguma forma usar esse contrato pras licenças dos jogos nesse contrato. O que eu sei que é o direito de imagem atualmente serve para o clube poder usar a imagem do jogador no site do clube, num anúncio de TV, na divulgação de um novo uniforme, etc. Não inclui, por exemplo, exibição do jogador em propaganda de um patrocinador, mesmo que seja vinculado ao clube. Se a CAIXA (patrocinadora do Flamengo e de quase todo mundo) quiser usar o Diego em um comercial, eles precisam negociar (e pagar) diretamente com o cara. A licença pros jogos deve entrar nesta interpretação da lei, mas seria facilmente resolvida se os clubes incluíssem isso nos próximos contratos.

  11. Por isso que o football manager não é mais vendido por aqui! Depois de ganharmos até tradução pro jogo ganharmos o presente de grego de ter que recorrer a outros meios para comprar o jogo. Só quero ver o dia que Fifa e PES deixarem de ser vendidos por aqui o que irão fazer!

  12. Engraçado q esse sindicato não serve pra formar um acordo e liberar a imagem dos jogadores, mais o contrário sim, aí ainda junta com advogados e empresários medíocres, sanguessugas e outra coisa o clube paga o direito de imagem mais não pode utilizar pra jogos álbuns de figurinhas.
    Outro dia vi uma matéria de um ex jogador do São Paulo q estava entrando com um processo pois foi utilizado no filme soberano a sua imagem de quando jogou em 1991.
    País de bos**

  13. Essas questões devem desanimar ainda mais as produtores , país. Ridículo de pessoas sem visão , agente reclama mas nosso campeonato é muito complicado de si ter por completo em um jogo!

    1. Desanima mesmo. Eu duvido que a gente veja nos próximos 10 anos um Brasileirão de verdade no FIFA. Pode parecer que aqui pra comunidade de PES isso pouco importa, mas faria uma diferença gigantesca. Ter uma competitividade local inclusive aumentaria as chances de a Konami corrigir os vacilos de sempre com os nossos times.

      Todo mundo sai perdendo.

  14. Queremos saber é se vão arrumar o campeonato brasileiro
    .
    Como em PES2016 e 2017 o problema se repete após a DLC
    .
    O silencio da Konami dá a entender que o problema não será resolvido

  15. A verdade é que a mentalidade de alguns jogadores vai só pro lado da ambição querem ganhar no mole sem esforço e também os empresários fazem do jogador e do futebol um trampolim financeiro um investimento altamente lucrativo. Vou fazer uma comparação é e mesma coisa dos comerciantes brasileiros que quando percebem que estão fazendo negócio com um estrangeiro aumentam 3 vezes o preço do produto só pra ”depenar o gringo ” quantas vezes já presenciei isso principalmente em cidades turísticas .Isso que devem pensar quando estão processando as produtoras dos games . Depois o jogador fica triste por não participar da festa do titulo ,pede um valor fora dos padrões do clube pede luvas pro empresário e quando o clube não aceita o dirigente que é o vilão da história.Eu não tenho pena de jogador essa história de amor a camisa acabou faz muito tempo hoje em dia funciona assim: quem pagar mais leva .Por esses motivos que sempre torço contra times brasileiros na Libertadores Mundial de clubes etc..

  16. Salve galera! Beleza?!

    Infelizmente já faz tempo que me sinto triste por ter nascido no Brasil.
    Terra de um povo idiotizado, ignorante, que só pensa em tirar vantagem de qualquer situação!
    Jogador brasileiro não oferece um futebol de qualidade ao público brasileiro, e ainda se acham no direito de cobrarem fortunas por suas “imensuráveis” imagens! Cambada de estrelinhas mimadinhos! Eles quem deveriam pagar para aparecerem em PES ou FIFA.
    A Alemanha, assim como o Brasil, também não faz parte da FIFPRO, e não vemos nenhuma notícia de jogadores dos clubes alemães entrando com processo contra Konami e EA (EA lógico, pois tem contrato com a Bundesliga).
    Nós brasileiros somos maltratados em todos os setores da vida.

  17. Edu infelizmente o que conta pra jogador e empresário é dinheiro dinheiro e mais dinheiro. Pior de tudo é que desde a categoria de base os agentes já ficam martelando na cabeça do atleta :” pede mais pede mais ” e muitas negociações entre clube e jogador não deram certo por causa desses agentes/empresários que tem uma ganancia absurda e lamentavelmente os jogadores aceitam tudo o que esses caras falam.Tem até advogado especializado em direito de imagem de jogador ou seja processando a tudo e a todos .Poxa se eu fosse jogador eu ficaria orgulhoso de me ver num game de futebol seria uma honra.Só que a visão aqui no Brasil é dinheiro fácil é ganhar em cima de todo mundo a nossa sociedade foi formada assim.Quantas vezes já vimos esse filme o jogador chega em baixa num clube se valoriza e depois pede uma fortuna pra renovar e acaba saindo do clube pelas portas dos fundos.Futebol virou um grande balcão de negócios essa que é verdade e com essa bagunça que é o futebol brasileiro só faz piorar as coisas.Se a Konami e a EA desistirem de vez do Brasileirão não podemos achar ruim pois os jogadores daqui estão fazendo de tudo pra isso acontecer.

Leave a Response