close

Fala aí brother, hoje iremos falar sobre um assunto pouco comentando ainda no meio da comunidade de PES, pelo menos para a maioria, que é sobre o cenário de e-sports e a nossa amada franquia, já adianto que farei alguns posts sobre esse assunto, que vão dar ideias e uma visão geral a comunidade e porque não, também ser uma carta aberta a Konami.

Patrocínios e Parcerias Fortes

O ponto principal no qual a Konami deve se atentar seja a questão de que há um grande interesse de grandes marcas em investir nesse nicho tão promissor, pois com o passar das gerações de “gamers” a tendência é que cresça cada vez mais, por isso até que isso se tornou uma oportunidade para as produtoras de games de expandir seus negócios.

Entre as marcas que patrocinam competições de CS e LOL, por exemplo, estão Intel, Turner e também várias marcas de periféricos, energéticos, placas de vídeos, além das transmissões oficiais realizadas por diversos veículos. Aqui no Brasil, se destacam ESPN, Esporte Interativo e SporTV. Se tornou algo cotidiano ver um game em transmissões seja na Televisão ou via Internet e assim o meio foi ganhando proporções incríveis onde até mesmo jogadores de futebol como Ronaldo Fenômeno resolveram investir na área, mais precisamente em um time de Leagues Of Legends.

Visto isso, caberia a Konami quem sabe ir atrás de patrocinadores para seus eventos, mas para isso, deve ir atrás de visibilidade através de parcerias com algumas grandes emissoras de TV, assim como já é feito com o e-brasileirão, por exemplo, onde quem os transmite é a SporTV, mas isso ocorre devido a uma parceria CBF e Globo, se pararmos para analisar, chega até a ser bizarro não haver transmissão por nenhuma emissora grande de TV a final do mundial de PES, no qual o Gui Fera foi campeão, tendo como base o cenário atual de e-sports e sua grandeza.

Estrutura para os players

Os jogadores profissionais de CS e Leagues Of Legends contam com todo um time de profissionais, constituído de psicólogo, analista, representante de mídias sociais, administração (responsável em coordenar seções específicas da equipe, como o gerenciamento dos jogadores ou do caixa), coordenador de competições (geralmente produzindo conteúdo e coordenando os campeonatos oficiais), designer, nutricionista e personal trainer. Além disso, é disponibilizada uma casa, chamada de gaming house, onde todos os jogadores do time moram e treinam. Desta forma a rotina dos atletas é acompanhada de perto pela organização da equipe e tudo isso citado é pago pelo time no qual os jogadores representam e não pela produtora, diferente do que a Konami faz hoje, por exemplo, onde quem arca as despesas de quem disputa a Pes League é somente ela.

Preconceito

Talvez ainda tenha muito preconceito com os e-sports, principalmente no Brasil, por ser um pais de 3º mundo e também são os fãs de futebol real que não aceitam o fato de que um esporte eletrônico possa realmente ser chamado de esporte, por se tratar de ficar sentado e não ter exercício físico, basicamente apenas mental. Partindo deste princípio, podemos citar o jogo de xadrez por exemplo, que é visto e reconhecido como um esporte.

Cenário competitivo forte

Há uma diferença cenário competitivo de CS e LOL. O LOL tem um cenário fechado, com as competições mais importantes sendo controladas pela Riot (produtora do jogo) e pouca abertura para campeonatos de terceiros, semelhante a maneira que a Konami faz as suas competições hoje. Já no CS o circuito é aberto, no qual, eu vejo muito mais continuidade e futuro, principalmente em termos de parcerias, pois acaba tendo muito mais oportunidades para os times, sejam eles grandes ou pequenos e também pelo fato de que eles estão sempre jogando em altíssimo todos os dias contras várias equipes de todo o mundo.

As vagas para as grandes competições do mundo são adquiridas por meio de classificatórias. Fazendo uma comparação com o futebol, no caso da Libertadores, tomando como base os times brasileiros, é necessário estar entre os 6 primeiros colocados do campeonato brasileiro ou ser campeão da copa do brasil. Há outras opções também, mas isso só será possível, se o time brasileiro for campeão de uma das duas competições intercontinentais, a libertadores ou a copa sul-americana.

Com o esporte eletrônico não é diferente, há classificatórias para os “mundiais”, que são conhecidos como Major. No caso específico do CS:GO existe uma outra peculiaridade, que é a classificação direta para o próximo mundial. Isso acontece quando o time consegue atingir o status de Legends. Esse status é adquirido dentro do próprio mundial, quando o time consegue passar da fase de grupos e chegar as quartas de final.

CS: GO e League of Legends, oferecem premiações um pouco menores. O primeiro pagou à Gambit Gaming, campeã do último major RS$1,6 milhões. Já a Riot Games, desenvolvedora do popular LoL, pagou a sul coreana SKT T1, que levantou a taça no último mundial realizado, R$3,24 milhões.

Com isso, a profissionalização desta área tornou-se uma realidade, existindo diversas equipes para competirem, com jogadores registrados e se dedicando apenas ao jogo (e não mais a outra profissão).

Hoje, o cenário competitivo de PES, é comandado de uma maneira geral pela PES League, óbvio que também existem outras vertentes, por região, principalmente no Brasil, com a CBFDV, por exemplo, mas ainda sim, a Konami tem muito a aprender e a crescer, tomando como exemplo LOL e CS e assim expandindo cada vez mais os seus negócios com os e-sports.

 

Fontes:

Contraponto Digital

Medium

Mycnb

 

Um abraço a todos e comentem bastante.

SAIUUUUUUUUUUUU A V1 DO OPTION FILE DO VINNYEXTREME PARA PES 2018 PS4!!!!!!!!!!!!!!!!

COMPRE SEUS JOGOS EM MÍDIA DIGITAL COM O RAUL!!!!!!!!!!

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Tags : Destaquee-sportspes 2018PES LeaguePro Evolution Soccerpro evolution soccer 2018WebrothersWinning Elevenwinning eleven brothers
danGer

The author danGer

Jogador SemiProfissional de PES. Ex Facemaker. Apaixonado por Pro Evolution Soccer desde que se chamava Winning Eleven. Player de PS4