close

Análises | Reviews

Análises | Reviews

Felipe Mestre e a opinião de um Pro Player sobre o PES 2019

post14671

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre PES 2019.

O PES de antigamente X O PES de hoje

Felipe começa falando sobre as “viúvas do PS2”, que dizem que o jogo era muito melhor antigamente do que hoje. Ele diz uma coisa que é óbvia para quem tem bom senso: antigamente, nós pegávamos um jogador como o Adriano e saíamos correndo até a cara do gol e entrávamos com bola e tudo! Segundo ele, PES é muito mais realista hoje do que antigamente.

Ele finaliza seu argumento dizendo que, se a galera já reclama do CR7 de hoje em dia, dizendo que ele é apelão, imagina se o jogo ainda fosse arcade, onde se pegava o goleiro, saia driblando todo mundo e se fazia o gol.

Brothers, na boa, nesse ponto o Mestre tá certíssimo. Antigamente não só o PES era um jogo estilo “arcade” e menos realista, mas nos anos 80 e 90 essa era a tônica dos jogos de videogame. Isso acontecia pelo simples fato da tecnologia limitar a simulação da realidade, simples assim!

Fazer uma jogabilidade arcade era apenas uma limitação tecnológica, tanto que, em outros quesitos, a Konami aplicava um grande realismo. Os maiores exemplos disso eram os modos de jogo como a Master League que eram imersivos, cheios de opções, recursos e cutscenes na era PS2.


Quem muito reclama…

O Felipe também entrou num assunto delicado, que é o dos caras que só reclamam do jogo diariamente. Ele diz “As pessoas tem que parar de reclamar, pessoas que muito reclamam na vida nada tem e nada vão conseguir”.

Ele direciona sua crítica principalmente para alguns jogadores de myClub que, a cada derrota, arrumam desculpas das mais variadas, principalmente citando o handicap. Segundo ele, falta a capacidade de admitir que, ao perder uma partida, o seu adversário foi melhor do que você.

Em relação aos “reclamões”, o Felipe parece estar de saco cheio desse tipo de cara, como eu também estou. Tem uns caras que, numa segunda feira, às 10hs da manhã, já estão nas redes sociais reclamando do servidor, disso e daquilo… Poxa, vida, sabemos que o PES 2019 está há quase um mês com os servidores mais instáveis que o normal… Mas os caras jogam o dia inteiro, a semana inteira e só reclamam? São masoquistas?

O pior é que esses caras reclamam igual a crianças, não protestam de forma organizada e de modo que gere engajamento na comunidade. A maioria das reclamações vem debochando dos fãs que curtem a parte gráfica do jogo ou dos modos offline, mostrando infantilidade e burrice dos supracitados.


E o myClub?

Como vocês devem saber, o myClub é a maior polêmica em torno da franquia Pro Evolution Soccer nos dias de hoje, e o Felipe não se esquivou de comentar sobre isso. Ele rebate aos jogadores que reclamam muito do handicap no myClub:

“O myClub realmente tem handicap, o que influencia? O myClub é um jogo fictício, ele não é um jogo real. Se você jogar as Divisões Online, ela é totalmente diferente do myClub. Então não dá pra você julgar o PES pelo myClub. Nele você joga com o boneco correndo 99, chutando 99, você pode perder pra qualquer pessoa. Então não adianta dizer que é o handicap, é o jogo! Eu mesmo já perdi várias partidas para moleques mais fracos do que eu”, filosofou o Mestre.

Bem, falando sobre as reclamações do handicap no myClub, pelo o que eu entendi, o Mestre quis dizer que o handicap é a premissa do myClub, ele é algo que não dá pra desassociar desse modo. Nele jogamos com jogadores tunados pelo Featured Players, Club Selection e até com legends! Claro que a vitória é definida por N fatores além do melhor jogador segurando o controle.

Felipe ainda diz uma coisa que concordo: o myClub, as lendas e os jogadores tunados são reflexo dos pedidos dos fãs que, durante muito tempo, encheram o saco da Konami para imitar o Ultimate Team do FIFA. Agora aguenta, ou não joga o myClub.


O cansaço influenciando no jogo

Mestre cita algo muito interessante e que concordo: administrar o cansaço é vital para a vitória pois, se o seu time estiver cansado no segundo tempo, você irá perder a partida. Segundo ele, no próprio myClub muitos jogadores perdem para adversários mais fracos por não saberem administrar isso.

Comigo mesmo isso já se mostrou verdade no myClub. Muitas vezes o cara veio pra cima de mim marcando pressão no meu campo, me empurrando pra trás e meteu dois gols no primeiro tempo. Quando chegou o segundo, virei a partida e saí vitorioso. Jogar PES hoje em dia não é mais como no PS2, quando saíamos correndo até chegarmos na cara do goleiro. Hoje precisamos pensar a partida!


Resumindo…

Felipe resumiu muito bem o PES 2019: “Não adianta ficar chorando e reclamando (que perde) porque o jogo é ruim. O jogo é muito bom por sinal, eu acho esse jogo (PES 2019) muito bom. Só que não venham se basear pelo myClub. O PES 2019 é um dos melhores jogos que tivemos, ele é muito bonito, ele tem uma mecânica de jogo muito boa, é o toque rápido, corrida, cruzamento você faz gol de fora da área, você faz gol dentro da área, os goleiros são bons…”.

Felipe ainda critica os caras que reclamam em todas as versões do jogo, fazem vídeos gigantescos falando que o jogo é um lixo, que se comportam como se fossem profissionais que não perdem nunca, que só perdem por culpa do próprio jogo. A cada versão do PES existe um fator diferente que faz com que esses caras percam as partidas, incrível né?! Resumindo: eles são ruins mesmo!

Por sinal, quando o Felipe diz que “você pensa que é profissional”, teve muito babaquinha que veio dizer que ele estava se achando por ser pro player, que estava sendo escroto e etc. Enfim, nada disso, o cara tava apenas dizendo que esses “reclamões” se acham profissionais que jogam pra caramba, e que só perdem por que é culpa do jogo ser ruim. Além de serem ruins, não sabem interpretar corretamente o que os outros dizem, afffff.

Enfim, existe muita coisa sim que precisamos reclamar, isso em todas as áreas do jogo. Se não reclamarmos, a franquia PES parará de evoluir. Entretanto, tem muita gente que não sabe reclamar, apontar erros da forma correta. É pra esses caras que o Mestre direciona a sua crítica, pois são pessoas que não sabem jogar nem perder e, ao invés de assumir isso ou buscar melhorar, preferem ficar espinafrando o jogo.

São esses sem noção que fazem a comunidade brasileira PESista ter a fama de tóxica.

Fiquem com o vídeo original:


Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v6 do of do Vinny para PES 2019 PS4, compatível com a DLC 4.0!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
Análises | ReviewsNotícias | NewsPES Oficial | Official PES

PES 2019 x FIFA 19: o ano que FIFA virou arcade e PES virou simulador

post14653

Olá, Brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre PES 2019!

Prazer, Allejo

Brothers, hoje o perfil @PES_Brasil postou, no Twitter, uma imagem que rendeu o dia inteiro:

Nessa imagem, a Konami confirmou o que a maioria dos fãs já sabia faz tempo: entre os nomes reais de jogadores clássicos do ISS, foi confirmado que o craque brasileiro Bebeto, campeão do mundo em 94, é o lendário Allejo.

“Na época em que virou Allejo, Bebeto atuava pelo Deportivo La Coruña. Na temporada 1993/1994, a última antes do tetra com a seleção brasileira e do lançamento do jogo, ele fez 38 jogos e marcou 19 gols, de acordo com o site OGol. A equipe foi vice-campeã do Campeonato Espanhol, atrás apenas do Barcelona, e o atacante brasileiro terminou como o artilheiro do Depor na competição, com 16 gols”, descreveu reportagem do UOL.

O mais legal de tudo é que o assunto viralizou, com diversos portais criando matérias e jogadores compartilhando, inclusive o próprio Bebeto:

“Muito bacana a repercussão que está acontecendo por conta da revelação da Konami. Pra quem ainda não sabe, o famoso Allejo foi inspirado em mim. Estou muito honrado com a homenagem e quero saber: quantos gols você já fez com esse outro craque da camisa 7?”, disse ele.

O Ex jogador, Ricardo Rocha, também entrou na brincadeira:

“Vocês viram que a @KonamiBRA finalmente revelou a inspiração para os craques desse jogo que dominou os anos 90? Para a minha surpresa, eu estava na lista e inspirei o Paco. Bacana demais, né? Quem aí jogou muito comigo/Paco?”, disse ele.

Muito legal a sacada da galera do PES Brasil, parabéns!


EA pisando na bola

Bem, agora vamos a uma sequência de pisadas na bola da EA. Como todos já sabem, o craque Cristiano Ronaldo foi retirado da capa do FIFA 19 há algumas semanas. Agora são os craques Neymar, Kevin De Bruyne e Paolo Dybala que estrelam a capa do jogo.

A desculpa da EA para a mudança é a chegada do mata-mata da UCL, vejam a nota:

“Com a chegada da UEFA Champions League à EA Sports FIFA 19 este ano, temos uma oportunidade única de oferecer uma gama de novos conteúdos aos jogadores que reflete a emoção do mundo real.

Frequentemente celebramos diferentes talentos nos nossos jogos desportivos e, com os momentos decisivos da UEFA Champions League em curso, apresentamos algumas das maiores estrelas do futebol e trazemos aos novos jogadores uma variedade de conteúdos para nos entusiasmarmos”.

Cara, sabemos que o CR7 foi acusado por uma mulher de tê-la estuprado, e sabemos que foi por isso que a EA o tirou da capa. Acho que eles poderiam ter feito a troca apenas, e não ter dito nada… Teria sido melhor do que mentir. A EA simplesmente pré-julgou o CR7.

Outra coisa que revoltou os fãs de FIFA, principalmente os brasileiros, foi o fato de nenhum brasileiro ter sido convidado para a FIFA eNations Cup, a primeira copa do mundo de FIFA que será realizada num local ainda a definir.

Isso despertou a ira de muitos fãs e pro players, inclusive Wendell Lira:

“Brasil está fora da primeira Copa do Mundo de FIFA, mas qual é a novidade? “Kkk” a EA nunca demonstrou intenção de alavancar os eSports aqui no Brasil e muito menos em relação aos jogadores. Infelizmente não estamos nem entre o top 5 países mais importantes em relação a comércio e torneios para a EA. Tem que tirar o chapéu para os meninos que conseguiram se classificar contra tudo e todos e fizeram bonito nos torneios que foram”, disse ele.

O SporTV apurou o motivo do Brasil estar de fora:

“As chances de o Brasil participar da FIFA eNations Cup já eram mínimas. De acordo com o anúncio oficial da competição, feito na última terça-feira, cabe a cada associação-membro da Fifa convidada definir os representantes para o torneio, podendo até realizar uma seletiva ou campeonato nacional para isso. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), responsável pelo gerenciamento do futebol brasileiro, tem parceria com a Konami, desenvolvedora do PES 2019 e concorrente da EA Sports, empresa à frente do FIFA 19. Pelo acordo, os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro aparecem com uniformes e escudos licenciados no PES 2019. E o e-Brasileirão, competição de eSports oficial da CBF, é disputado no Pro Evolution Soccer, com representantes de cada um dos times da primeira divisão.”

Mas a EA poderia muito bem convidar os brasileiros… Que falta de consideração, que pisada de bola… Brasileiro que joga FIFA tem que rever seus conceitos!


FIFA virou um arcade, e dos ruins!

Quem não conhece aquele fifeiro retardado que diz, até hoje, que “PES é arcade e FIFA simulador”? Todos nós conhecemos, sem exceção. Mesmo com PES estando com uma pegada simulação desde o PES 2014, milhares de fifeiros repetem exaustivamente esse mantra até os dias de hoje.

Então, brothers, se você tem um amigo assim, mostre o vídeo abaixo para ele:

FIFA 19 conseguiu elevar de patamar o termo “jogo lixo”. O jogo é quebrado, sem padrão de jogabilidade, totalmente scripado e cheio de macetes! Parece um game do jogo do Capitão Tsubata, do “Super Campeões”! Ou quem sabe um “Dragon Ball Soccer”.

Na boa, quem diz que FIFA, em termos de jogabilidade, é melhor que o PES, é doente da cabeça. PES pode ter todos os defeitos do mundo, mas a jogabilidade é infinitamente superior a do jogo da EA.


Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v5.6 do of do Vinny para PES 2019 PS4, compatível com a DLC 4.0!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
Análises | Reviews

Os problemas e discussões em torno dos modos online do PES 2019

post14636

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre PES 2019!

Galera, nas últimas duas semanas os servidores do PES 2019 vem passando por instabilidades e, com isso, vieram muitas reclamações da comunidade. Na matéria de hoje vamos debater sobre isso.

Os problemas do online

Brothers, a franquia Pro Evolution Soccer, como a maioria deve saber, utiliza no seu online a tecnologia Peer-to-peer (par-a-par, ponto-a-ponto, P2P), onde cada um dos pontos da rede, ou seja, cada jogador, funciona tanto como cliente quanto como servidor, permitindo compartilhamentos de serviços e dados sem a necessidade de um servidor central.

Entendido isso, agora podemos debater os problemas do online do PES. Primeiramente, se as partidas não são intermediadas por servidores centrais mas sim por cada um dos jogadores que está conectado via P2P, elas serão sujeitas a muitas instabilidades, as quais poderão vir de ambos os lados dessa “ponta”.

Outro problema que o P2P pode trazer é, devido à ausência de um servidor intermediando as partidas, uma dificuldade maior de se detectar possíveis trapaceiros no jogo. Na minha opinião, esse é o maior problema do online do PES 2019, pois o P2P não é eficiente em coibir derrubadores, laggers e trapaceiros em geral.


E as reclamações nas redes sociais?

Nas duas últimas semanas, é inegável que os servidores da Konami estão mais instáveis que o normal. Tudo isso começou com a DLC 4.0, que trouxe problemas graves ao PES 2019 que levaram, inclusive, ao cancelamento da campanha do Arsenal. De lá pra cá as quedas e desconexões aumentaram sim.

Dito isso, é óbvio que as reclamações são justas e muito justificáveis, os fãs tem o direito e devem reclamar de algo que não está funcionando como deveria num produto que custou R$ 200,00. Entretanto, muitas vezes a maneira como se reclama tem o efeito inverso, é tão prejudicial quanto o problema em si.

A comunidade gamer brasileira, como um todo, é conhecida no mundo inteiro como “tóxica”, algo que não concordo muito… Mas, no PES, tem muita gente que justifica essa fama. Tem gente reclamando do online nas redes sociais de uma maneira tão imbecil e infantil, que chega a dar pena. Por exemplo: toda vez que o cidadão tá jogando uma partida e sua conexão cai ou ele enfrenta um lag, ele reclama da Konami e, na mesma postagem, alfineta os fãs da franquia que curtem o offline, as licenças, a parte gráfica (faces, uniformes e etc).

A birra (esse é o nome que se dá quando bebês esperneiam) é assim: “mimimi, o online do PES é uma porcaria, mas nego só quer saber de faces e babar o ovo da Konami”. Isso mostra, em primeiro lugar, imaturidade: quando se quer protestar por alguma coisa, fazemos de uma forma organizada e que gere engajamento. Criamos uma tag de protesto tipo #KonamiConsertaEsseOnline, criamos uma imagem para a campanha, divulgamos nas redes sociais, enviamos para os canais oficiais do PES e para os membros da PESTeam.

Vocês se lembram na campanha que fizemos para a liberação dos option files no Xbox One? Recebi centenas de pedidos para que pedíssemos a Konami que tentasse essa liberação. Daí, criamos a tag, fizemos a imagem da campanha, os fãs compartilharam a publicação, entraram nos canais oficiais da Konami e Microsoft, encheram o saco mesmo e, qual foi o resultado? Um membro da PESteam foi até Boston, na sede da Microsoft, fazer uma reunião com os caras para ver o que poderia ser feito. Sabemos que os OFs não foram liberados pela Microsoft, mas a campanha deu um resultado, tentaram solucionar o problema.

Assim, se comportar como uma criança não leva a nada, deve-se organizar uma campanha de protesto, criar uma tag, gerar engajamento, agir como um adulto pensante.


Online x offline

Continuando o assunto do tópico anterior, uma coisa que me espanta (tamanha a burrice de algumas pessoas) é quando, para protestar contra o online do PES, alguns imbecis ficam zombando dos fãs offline. A Konami divulga faces ou licenças novas para a franquia, um fã elogia, daí o bebê chorão comenta em cima “fodam-se as faces, seus baba ovos, quero saber de servidores”.

Bem, hoje muita gente joga o PES online exclusivamente, nem visita os modos de jogo offline. Por não frequentarem esses modos, essas pessoas tem amigos com o mesmo perfil, que só jogam online. Consequência: alguns cidadãos acham que só eles existem. Então vou jogar a realidade na cara agora:

Sim, a maioria esmagadora de jogadores de PES são jogadores de Master League, jogadores offline. Em todas as pesquisas feitas até hoje, o resultado nunca foi inferior a 70% para a ML. Assim, aquele monte de babacas que fazem a reclamação do online cutucando o offline, estão simplesmente afastando, no mínimo, 70% da comunidade PESista da sua luta por um online melhor e, além disso, ratificam a fama brasileira de comunidade “tóxica”.

Como eu disse, tem que se fazer uma campanha organizada e que gere engajamento, trazendo para a briga também os jogadores offline, que são a grande maioria da base de fãs de PES. Fica a dica.


O feedback que recebi da comunidade

Galera, eu jogo online todo dia, mas sempre 1h30 no máximo (no fim de semana jogo mais tempo, é óbvio), e raramente tive problemas com desconexões, laggers e derrubadores. Tenho uma TIM Live de 60mb de download por 20mb de upload, jogando via conexão dedicada wi-fi 5g (o wi-fi só funciona bem no PES se for 5G).

Como eu sozinho não posso ser parâmetro pra nada, pedi ao meu querido amigo JB para me incluir em grupos de Whatsapp sobre PES, formados essencialmente por jogadores online. Eu queria ter um grande conjunto de feedbacks pra poder escrever a matéria de hoje. Qual foi o resultado?

“Eu achei que nesse PES 2019 estamos tendo conexões mais estáveis que o anterior, menos derrubadores e menos laggers. Não que isso tenha acabado, mas diminuiu bastante”, disse Kleber Pompeu.

“Eu achei que nesse PES o online está mais estável (tirando essas duas últimas semanas). Até mesmo se tratando de derrubadores e lags, foram poucos jogos que aconteceu comigo. Pouquíssimos mesmo! Em vista do 17 e 18, eu achei que o 19 melhorou…”, disse o usuário identificado como #Piru, hahahaha.

“O jogo melhorou em questão de laggers e derrubadores. Peguei bem menos derrubadores que em outros anos, e isso já é um ponto muito positivo. Quanto a jogabilidade: Achei bom, pra mim, um dos melhores que já teve. Ajustes pontuais, como a troca de cursor, e a IA da DEFEquando seu zagueiro, na hora de cortar uma bola, passa correndo por ela, e deixa o atacante dominar sozinho”, disse Wagner.

“Acredito que no 2019 teve uma melhora, menos quedas de conexão. Realmente nessas últimas semanas está péssimo, não sei o motivo dessas oscilações. Eu só acredito que ficar jogando cabeado, enquanto outros jogos, inclusive futebol, rodam lisos no wi-fi, é complicado. Como você comentou Edu, extraindo os derrubadores e laggers, que são a escória não só do PES, mas de todos os jogos online, acredito nesta evolução e com a grana que a Konami está lucrando neste PES, pode focar em um servidor que atenda o público”, disse Thiago Pessoa.

“Essa questão da instabilidade não é só das últimas semanas não, já tem mais de um mês, inclusive recebemos GPs como forma de desculpas algumas vezes. Tirando os laggers e os derrubadores, eu mesmo estou com mais ou menos 320 partidas online e fui derrubado apenas duas vezes; nesse ponto PES 2019 melhorou em relação aos anteriores. Porém, eu não jogo mais PES League, pois lá tem muitos derrubadores. Eu considero o online, inicialmente, muito bom até a chegada do PES Lite em dezembro. Todo ano quando chega o PES Lite a gente começa a ter muitos problemas, quedas de conexão sem ninguém ser derrubado”, disse Tiago Talasamov.

“Cara, vejo que com os passar dos anos que o online vem evoluindo; jogo PES online desde o PS2, mas o que mais incomoda é a instabilidade no servidor e facilidade que os caras tem de derrubar partida. Comparando com a estabilidade do FIFA, PES está muito atrás, somos guerreiros…”, disse Thiago Alves

Esses foram alguns dos feedbacks que recebi. Dá pra perceber que a galera assume que no PES 2019 houve uma melhora, mas que o online da franquia ainda tem muito a evoluir. Outra percepção é que, nas partidas contra os amigos, o online é quase que perfeito mas, quando chegamos no myClub, a coisa piora significativamente. Nas PES League então, terra de Marlboro, cheia de derrubadores e laggers.

OBS: reparem que ninguém debochou dos fãs offline para reclamar do online.


Conclusão

Na minha opinião, a Konami nunca irá abandonar o P2P; dado o atual modelo de gestão da empresa, não acredito num investimento massivo em servidores (essa seria a solução para quase todos os problemas). Assim, com o P2P, precisamos que a Konami teste mais o jogo e suas atualizações, pois as maiorias das instabilidades no online acontecem após as atualizações do game.

Além disso, é inadmissível o que acontece no myClub e, principalmente na PES League, onde os trapaceiros pintam e bordam.

Konami, como você quer que a franquia PES seja focada num no online se ainda temos sérios problemas de conexão e se a competitividade é burlada por trapaceiros? Isso é dar um tiro no pé.

Fãs de PES online, brigaremos por vocês, até mesmos os babacões que insultam os fãs de PES offline. Parem com isso pois, além de dividir a comunidade, é sinal de burrice e infantilidade.


Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v5.6 do of do Vinny para PES 2019 PS4, compatível com a DLC 4.0!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
Análises | Reviews

Um desabafo sobre as licenças dos primórdios da franquia até o PES 2019

post14621

Salve galera! Besourinho pousando na área para mais uma análise das licenças dos primórdios da franquia até o PES 2019! Dessa vez no que diz respeito às licenças e de como elas vem sendo aplicadas no jogo: as burocracias, as dificuldades, como são feitas as suas reproduções e como funciona aqui no Brasil… Enfim, vamos conhecer melhor essa temática importante? Então, vamos nessa!

OS DIREITOS DE IMAGEM, NO PASSADO

Anteriormente, as questões de imagem de algo ou alguém nos jogos “incomodavam” menos aos seus respectivos donos, porque as tecnologias de reprodução in game destes em questão, naquela época, eram escassas. Havia pouco detalhismo, sem muita reprodução e sem muita inclusão, devido á limitação gráfica dos consoles das gerações anteriores. Óbvio que se tinham questões contratuais, exclusividades e tudo mais…mas eram apenas meras formalidades necessárias, mas sem nenhuma expressão e divulgação midiática, até porque, o mercado de jogos não tinha sua devida importância ou destaque no cenário mundial.

Dito isso, como não se tinha dimensão da importância da divulgação de algo em um game, deixavam essa questão de uso de imagem de alguém ou qualquer coisa pra escanteio, ou pra quando rolasse uma polêmica. Tanto que, se pegarmos o próprio PES por exemplo, em alguns jogos, vocês podiam ver estádios genéricos, sendo quase que fielmente reproduzidos de acordo com o original, sem ter seu devido nome ou patente descrita no jogo, querem ver exemplos? Você sabia que o PES já reproduziu o Parc Des Princess, estádio do PSG, com o estádio chamado “Lutecia Park”!?; Ou então, quem acha que o estádio De Kuip, da equipe do Feyernoord é novidade para a franquia, está redondamente enganado, ele já se fez presente no PES 6, no estádio “Rotterdam Stadion”.

Ainda querem um exemplo mais escancarado? Na mesma edição, o estádio do Camp Nou do Barcelona também foi fielmente reproduzido no game, mas por questões de licenças, não se podia usar o nome, resultado: nasceu o “Catalonia Stadium”! Isso é só pra vocês terem uma ideia, de que o mercado de licenças não tinha tanta relevância, desde que não se usasse o nome e a logomarca sem permissão, tava tudo beleza!


OS DIREITOS DE IMAGEM, AGORA

O mundo mudou, o mercado de games mudou, os consumidores mudaram e por conseqüência, as empresas mudaram, se deram conta de que poderiam sim faturar em cima de uma coisa que elas criaram e são donas. Agora paga-se os tais “direitos de imagem” para que você tenha algo que lhe pertence sendo reproduzido com qualidade, e ver consumidores ao redor do mundo conhecerem o que você tem. Agora as empresas em questão, pagam por essa imagem que você fornece e, consequentemente, é divulgada.

No entanto, a forma como acontece isso tomou proporções gananciosas, o que torna esse acesso a certas licenças restrito a um determinado público. Mas ainda existem pessoas e entidades organizadas e de bom coração que tornam tudo menos burocrático e acessível á todos A FIFPro (Federação Internacional dos Futebolistas Profissionais), por exemplo, disponibiliza o uso de imagem dos jogadores em jogos eletrônicos das ligas as quais ela é associada. Fora isso, as demais licenças como clubes, estádios, bolas, chuteiras, luvas,etc., todas são feitas e adquiridas através de negociações e contratos assinados. Nos tempos de hoje, se você mencionar nomes, pessoas, logomarcas, ou fazer alguma referência á algo ou alguém sem as devidas permissões de uso, você pode ser processado, pagar indenizações, e pode até ser preso.


ENQUANTO ISSO, NO BRASIL…

Todos nós sabemos que aqui no Brasil as coisas são bem complicadas. Aqui nadamos contra a maré em quase todos os aspectos, e “licenças” é um deles. A CBF, devido à corrupção enraizada dentro de si e escancarada para o mundo, não acompanha a evolução do futebol como um todo, não organiza ou repagina sua estrutura e constituição, que permanecem arcaicas e inalteradas, e não colaboram com outras instituições que querem trabalhar ou organizar… Tudo isso porque não “terão a parte dela” nessas negociatas.

Devido á essa burocracia geral e essa desordem, poucas empresas e entidades do mundo voltam seus olhos para a nossa nação de maneira geral, seja no futebol real ou virtual. A EA, com o seu FIFA, já desistiu há tempos de investir no nosso mercado, porque viveu na pele a dificuldade e a desorganização da CBF, que não permitiu em suas “leis”, uma empresa pagar por licenciar e escanear jogadores e clubes para inclui-los em seu jogo.

E a Konami? Bem amigos, a Konami, mesmo ciente disso, tenta trazer o máximo de conteúdo brasileiro possível por meio do nosso herói André Bronzoni, que ainda reconhece o público brasileiro como seu maior consumidor. Como ele faz isso? Simples: ele luta diariamente e ferrenhamente para trazer o nosso campeonato com os 20 principais clubes, com seus escudos e uniformes atualizados, com a taça da liga e mais X estádios licenciados, sendo a liga com maior representatividade no jogo. Para cada coisinha do Brasileirão que você vê no jogo, foi um contrato de imagem que o André teve que negociar os termos, mandar confeccionar e correr atrás de todas as assinaturas.

Daí você me pergunta: porque os elencos vem desatualizados e genéricos? Como se já não bastasse toda a burocracia já mencionada, que impede a Konami de trazer seus equipamentos para escaneamento para digitalizar os jogadores dos clubes parceiros, também tem a questão de licenciar a imagem dos jogadores em questão, e isso é feito um á um, cada nome de jogador brasileiro licenciado é um contrato de imagem diferente que teve que ser negociado, confeccionado, assinado…

Quando falta uma estrela no elenco do seu time, é porque tem jogadores que se acham super estrelas e que pedem quantias absurdas para terem seus rostinhos lindos num jogo. Somado a isso, também tem a questão da “dança das cadeiras” de jogadores e técnicos. O jogador começa num clube em janeiro, mas alguns meses depois já está em outro time, o que gera a necessidade de se negociar um novo contrato de imagem vinculando o jogador ao seu novo clube, redigi-lo, colher assinaturas…. Imagine com essa mudança quase diária nos clubes manter todos atualizados no jogo, é impossível!

Então, meus amigos, sabendo dessas condições tem como a Konami apresentar um brasileirão 100% licenciado?? Claro que não.


VEREDITO FINAL

Muitos de nós reclamamos a torto e a direito o por quê da Konami não licenciar devidamente as ligas adquiridas, os clubes das quais ela fechou parceria (incluindo clubes BR), ou  por que não trata com mais esmero todas as licenças que ela conquista. Nós, de fato, temos fundamento quando reclamamos disto, somos fãs e pagamos R$ 200,00 todos os anos pelo jogo.

Particularmente, eu acho muito triste, ver as ligas novas que a Konami adquiriu, como a dinamarquesa por exemplo, sem ter pelo menos um estádio incluído no jogo. Mas vamos convir: no formato anual, com o curto espaço de tempo para entregar estádios e scans, por exemplo, fica difícil pra Konami apresentar tudo em tempo hábil. O mesmo se aplica para as terras tupiniquins, que conforme mencionei acima, existem N fatores que dificultam o trabalho do André Bronzoni. Se não fossem pessoas dedicadas como o André, não teríamos nenhum conteúdo BR no jogo!

André Bronzoni, Gerente de PES nas Américas

Portanto amigos, a Konami faz o que pode para entregar a todos nós um jogo completo, da maneira que ela pode fazer: libera o uso de importações de imagem, para você pôr um option file maroto e licenciar os clubes genéricos, adquire licenças FIFPro, firma parcerias com clubes e ligas periféricas para os caixistas que não tem acesso ao recurso de importação de imagens… E tudo isso num contexto de guerra extremamente injusta e desleal, visto que ela compete com uma empresa com uma empresa que domina quase totalmente o mercado, a EA com seu FIFA Soccer.

Jonas Lygaard, Diretor da Konami Europa

Então, amigos, reflitam sobre isso antes de denominarem culpados. Por isso, vamos tomar cuidado antes de sair chamando a equipe de licenciamento da Konami de preguiçosa, negligente e etc no Twitter. Isso é extremamente injusto.

A Konami precisa, de fato, apenas abrir ainda mais o jogo para edição (principalmente voltando com o criador de estádios) e melhorar seus modos de jogo, principalmente a ML e BAL. Em termos de licenciamento, André Bronzoni e Jonas Lygaard entregam um excelente trabalho.
Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v5.6 do of do Vinny para PES 2019 PS4, compatível com a DLC 4.0!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
Análises | Reviews

As coisas mais irritantes do Pro Evolution Soccer (por Felipe Mestre)

post14599

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre Pro Evolution Soccer!

Na matéria de hoje o nosso querido amigo, pro player e atual campeão da PES League Américas e vice campeão mundial, Felipe Mestre, lista as coisas que tiram ele do sério no PES. Então vamos lá!

Partidas com lag

Nos modos online, esse é um problema que atinge a todos nós, principalmente quando enfrentamos jogadores de outros países do continente americano. Quando vemos aquele símbolo do sinal de conexão no canto superior direito da tela, é sinal de que teremos que ter bastante paciência durante a partida, além de termos que redobrar a nossa atenção.

Entretanto, podemos tomar algumas medidas pra minimizar isso. Primeiramente, é se certificar de que sua conexão não esteja sendo usada paralelamente por outra pessoa que more com você; muita gente as vezes cai porque o irmão ou a esposa estão fazendo downloads enquanto você joga. Aqui em casa, fiz uma coisa muito simples: o meu modem tem wi-fi 4G e 5G. O 4G não dá pra jogar online, a partida fica com um lag horroroso mas, o 5G, é tão bom quanto a conexão a cabo. O que eu fiz? Criei uma conexão 5G que só eu tenho a senha e reservei 80% da minha conexão para ela! Assim, quando eu vou jogar, fico no 5G sem oscilação e as outras pessoas ficam no 4G com os 20% que sobraram da minha banda.


Jogadas ensaiadas de escanteio

Uma das jogadas mais eficientes nesse PES 2019 é o escanteio desviado no primeiro pau, e o Mestre fala disso. Você cruza no primeiro pau, desvia para o segundo pau para outro jogador seu meter o gol quase livre, enquanto a sua zaga fica toda bugada só observando.

Uma maneira de tentar minimizar isso é, sempre antes do cara bater um escanteio contra você, selecionar a opção de marcação individual dentro da área; se você deixar por zona ou mista, aí já era.


Goleiro espalmando recuo de bola

Um bug que irrita muita gente é quando, ao recuarmos uma bola para o nosso goleiro, ele espalma como se estivesse defendendo um chute. Sim, isso acontece, e não é muito raro não, e essa jogada fatalmente acaba nos pés do adversário para marcar um gol sozinho, sem dificuldades!

OBS: fica a dica pra Konami trazer o lendário goleiro Higuita como lenda no PES! Não deixem de ver o vídeo acima, é bem curtinho!


Tomar gol nos acréscimos

E tem coisa mais irritante do que tomar aquele gol nos acréscimos? Dificilmente algo tira mais a nossa paciência do que se ferrar no finalzinho do jogo.

Nesse PES 2019, quem joga Master League sabe que, no fim do jogo, o handicap é absurdo e a CPU faz de tudo pra marcar um gol, é uma pressão surreal. Quase sempre a “máquina” mete um gol no final da partida e, por isso, é importante jogar concentrado pra vencer por dois ou mais gols de diferença.


Problemas na IA defensiva

Todos sabemos que, atualmente, um dos maiores desafios da PESteam é melhorar a inteligência artificial defensiva. A cada atualização, a Konami melhora alguns aspectos, isso é evidente, mas trata-se de uma luta constante, quase que sem fim.

O exemplo citado pelo Mestre é um clássico, e acontece principalmente quando interceptamos um passe adversário e, ao invés de dominar a bola, o zagueiro a adianta ou rebate, acabando por perder pro atacante que chega cara a cara com o goleiro para marcar.

Realmente o comportamento da zaga é algo que ainda precisa ser muito melhorado.


Chutes desviados

Desde que a Konami implementou a física da bola mais realista, o PES ficou muito mais gostoso de jogar, isso é um fato. Infelizmente, sempre que algo é implementado no jogo, algumas consequências são inevitáveis e, nesse caso, o bate e rebate nas jogadas ficou muito mais comum.

No PES 2019 é muito comum jogadas de bate e rebate dentro da área ou bolas desviarem na nossa zaga e entrar no gol. Isso acontece muito comigo em jogadas de escanteio: o cara bate o tiro de canto, eu jogo a bola pra fora da área mas ela sobra pro cara e ele chuta à média distância, com a bola desviando no meu “boneco” e entrando no gol. Isso é f%$#@…


Jogadas de tiro de meta

Uma das coisas que mais acontecem no PES são gols nas saídas de bola, principalmente em tiros de meta. Quando batemos um tiro de meta, nossa zaga se adianta e, se o adversário souber tomar a sua frente, cabecear a bola de leve para o lado e já afundar o dedo no triângulo, ele sai na cara do gol, pegando a nossa zaga toda zoada.

Agora fala sério, olhem o vídeo do Muralha acima…. Dá vergonha alheia e pena, hahahahahaha.


“Saidinha de jogo”

Sabe quando você mete um gol e, logo depois da saída da bola o adversário vai e marca? Isso é uma das coisas mais frustrantes no PES 2019.

Isso acontece pois, na saída de bola, nosso time não está compacto, mas sim espalhado pelo campo para a reposição de bola. Daí, se não ficarmos bem ligados, nosso adversário pode fazer uma troca rápida de passes, sair correndo e aparecer cara a cara com o goleiro!


O “pause” dos infernos

Tem coisa mais irritante do que quando você tá jogando online e o cara pausa a partida o tempo inteiro, até logo depois de passar vários minutos mexendo nas táticas do time antes da partida iniciar?

Obviamente tem uns lerdos que ficam mexendo no time inteiro e, por isso, o tempo acaba e eles dão pause logo na saída de bola, isso é normal. Entretanto, tem muita gente que faz isso propositalmente logo no início do jogo, várias vezes, apenas para irritar o adversário e mexer com o seu psicológico. Não caiam nessa!

Ainda falando de pause, sabe quando você está vencendo a partida por uma boa diferença de gols e, aos 85 minutos o seu adversário vai e dá aquele pause maroto? Sim, a primeira coisa que passa pela nossa cabeça é “vou ser derrubado”…. Daí, como o Mestre disse, só nos resta evitar que a bola saia de jogo no fim da partida, coibindo esse tipo de prática.

Fiquem com o vídeeo do Felipe Mestre abaixo e não deixem de comentar as coisas que mais irritam vocês no PES, beleza?

Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v5.6 do of do Vinny para PES 2019 PS4, compatível com a DLC 4.0!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

Leia Mais
1 2 3 44
Page 1 of 44