eFootball PES 2020 x FIFA 20: entenda a briga CONMEBOL/EA x Konami

Olá, brothers, tudo de boa? Então vamos a mais uma matéria sobre Libertadores, PES 2020 e FIFA 20!

Antes de mais nada, clique aqui e nos siga no Twitter, lá damos as notícias sobre o Pro Evolution Soccer em primeira mão!

Saiu a V8 do option file do Vinnyextreme, compatível com a DLC 4.0 do eFootball PES 2020. Link no fim da matéria!

Treta entre Conmebol, EA e Konami: PES 2020 x FIFA 20

E aí, brothers, aproveitaram bem o carnaval? Aqui rolou bastante caipirinha e eFootball PES 2020. Além disso, acompanhamos, com afinco, a treta da Libertadores envolvendo Conmebol, Konami e EA.

Pra quem não sabe, a EA lança agora no início de março, uma DLC que insere a Libertadores e Copa Sul Americana no FIFA 20. Na última semana, a EA revelou a alguns influencers detalhes da vindoura atualização, e foi aí que começou a polêmica: nela estavam os ditos clubes “exclusivos” da Konami.

Só o fato da Libertadores ter vindo sem a licença dos jogadores brasileiros (vieram todos genéricos), já torna essa DLC meia boca. Entretanto, a Konami tá tretando para que seus clubes exclusivos sejam removidos do FIFA 20, como veremos mais abaixo.

USE O CUPOM “WEBROTHERS” E GANHE 5% DE DESCONTO!

O protesto dos clubes perante a Conmebol

Há algumas semanas, Athletico, Atlético-MG, Corinthians, Palmeiras e São Paulo notificaram a Conmebol após a entidade fechar parceria com a EA Sports para licenciar a Libertadores e a Copa Sul-Americana dentro do Fifa 20. Os clubes estão questionando a concessão do direito de exploração comercial de sua imagem para o estúdio canadense, uma vez que os times citados possuem contratos de exclusividade com a Konami.

Na notificação enviada a CONMEBOL, os clubes afirmam que, para a disputa das competições da entidade nas temporadas 2019 e 2020, foram obrigados a assinar um documento chamado “carta de conformidade de compromisso”, o qual determina, entre outras coisas, a cessão de propriedades intelectuais para uso irrestrito em jogos de videogame.

O manual de direitos comerciais e de marketing disponível no site da Conmebol, define no artigo 2.8: “Os referidos vídeo games poderão ser comercializados pela Conmebol a terceiros para sua exploração comercial e os clubes devem garantir à Conmebol que tais direitos estão livre de encargos ou limitações”.

O problema todo é que os clubes afirmam na notificação que esse item do contrato não constava nos termos que foram enviados pela entidade no momento em que conquistaram o direito de disputar as competições: “Os clubes signatários foram compelidos a aceitar o manual técnico totalmente às escuras, sem sequer conhecer o seu teor”.

Assim, brothers, se a ordem dos fatos realmente é essa, os clubes estão com a razão e, fatalmente, ganharão na justiça qualquer questionamento perante a Conmebol. Mas, como sabemos, podem existir outros pormenores e muita coisa pode acontecer.

Clubes foram ameaçados pela Conmebol caso não estivessem em FIFA 20

Segundo reportagem da ESPN, “a Conmebol ameaçou fazer valer seu Manual de Direitos Comerciais e de Marketing, que prevê até a exclusão dos clubes de Libertadores da América, Sul-Americana e Recopa, caso as agremiações não dessem o aval por escrito para a cessão de seus direitos para uso em videogame”.

A entidade deu 48 horas para que os times entregassem o ofício assinado, ou seriam excluídos da competição. E o prazo, que era até 16 de dezembro de 2019, foi cumprido. Resumindo: ou assinavam um termo às escuras ou não poderiam disputar a Libertadores e Copa Sul Americana.

A resposta da Conmebol

Mediante toda a polêmica gerada na grande mídia envolvendo a polêmica de licenciamento da Libertadores, a CONMEBOL resolveu se pronunciar. Vejam, abaixo, a nota oficial:

A atual diretiva CONMEBOL considera um eixo fundamental em sua estratégia de exposição e alcance internacional do futebol sul-americano, sua presença nas plataformas de videogame, além de assumir uma importante receita econômica para a promoção do futebol continental através do aumento de prêmios por sua concursos ou o desenvolvimento de programas como o Evolution.

A Confederação informa que todas as equipes participantes da CONMEBOL LIBERTADORES Y CONMEBOL SUDAMERICANA assinam uma carta de conformidade e compromisso que contém seus direitos e obrigações durante a participação no torneio. Quanto à exclusividade de um clube, a CONMEBOL destaca que a presença de clubes é possível tanto na EA SPORTS quanto em outra empresa que opera videogames. Nesse sentido, deve-se observar que o clube não pode ceder seus direitos à sua participação na CONMEBOL LIBERTADORES, uma vez que este é um direito da CONMEBOL. No entanto, o clube pode ceder seus próprios direitos e, assim, aparecer em outro contexto ou categorias dentro do videogame que não esteja dentro da estrutura da CONMEBOL Libertadores, Sudamericana e Recopa.

Entre os documentos assinados pelos clubes participantes está o manual técnico de direitos comerciais e de marketing aplicável a todos eles e que em sua edição de 2019 estabelece o seguinte:

“Licenciamento de videogames: os direitos licenciados pelos clubes neste manual incluem, entre outros, o uso coletivo da imagem de jogadores e treinadores em grupos e o uso dos ativos de propriedade intelectual do clube (não limitados aos seus marcas, escudos, uniformes, insígnias e animais de estimação) para uso irrestrito em videogames nos quais os torneios serão apresentados. Os videogames mencionados acima podem ser comercializados pela CONMEBOL a terceiros para exploração comercial e os Clubes garantem à CONMEBOL que esses direitos estão livres de ônus ou limitações. Qualquer limitação à exploração irrestrita desses direitos deve ser previamente informada à CONMEBOL, que não terá nenhuma responsabilidade em relação aos clubes e terceiros (jogadores, treinadores etc.) ”

A atual diretiva CONMEBOL cedeu comercialmente os direitos dos videogames de seus torneios mais populares – CONMEBOL LIBERTADORES, CONMEBOL SUDAMERICANA E CONMEBOL RECOPA – à empresa EA SPORTS com a autorização expressa dos clubes e seu compromisso de respeitar o acordo mencionado. . Nesse sentido, diretrizes anteriores alcançaram acordos semelhantes em épocas anteriores – 2013, 2014 e 2015 – com a empresa KONAMI, um acordo que foi totalmente respeitado, conforme estipulado nos contratos legais e comerciais da instituição.

Mais uma vez, a Conmebol omite o fato de tal resolução de licenciamento não estar entre os documentos enviados aos clubes. Mais uma vez a Conmebol ignora o fato de, em seu próprio site, o manual técnico de licenciamento prever casos de exclusividade. Para quem não sabe, conforme postei em matérias anteriores, no próprio site da Conmebol constava que, casos os clubes possuíssem restrições ou exclusividades de licenciamento, bastava comunicar à entidade com antecedência.

O futebol sul americano é uma várzea mesmo, minha nossa…

As consequências para o licenciamento nas Américas para o PES 2020 e o FIFA 20

Depois de toda essa confusão, uma certeza eu tenho: as políticas de licenciamento de EA e Konami na América do Sul jamais serão as mesmas. E isso já começou a transparecer.

Para começar, a Konami colocou em “stand by” todas as negociações de parceria que estavam em andamento, como a do Peñarol. Segundo o diário El Observador, o Peñarol, estava praticamente fechado com a Konami em outubro de 2019. Segundo Pablo Cromo, Gerente de Marketing e Comercial do clube, tratava-se de um pacote de patrocínio digital.

Segundo ele, chegariam jogadores lendários do clube, identidade visual, estádio e etc. Não haveria “exclusividade”, mas apenas algumas restrições para o Peñarol aparecer no FIFA 20. Entretanto, após a EA anunciar a Libertadores em novembro de 2019, a Konami teria cancelado o negócio.

Assim, a Konami faz o certo: espera o desenrolar jurídico dessa questão de licenciamento para traçar sua nova estratégia. A América do Sul é o continente onde o PES é mais popular e vende mais, parar de investir aqui seria a morte da franquia.

Já a EA, se sair traumatizada de toda essa treta, duvido que continue a investir por aqui, dada a complexidade do licenciamento. Desde sempre, a produtora canadense foi avessa à negociações complexas de licenciamento, focando mais em ligas mais organizadas e com regras bem específicas. Será que a Libertadores começa e termina no FIFA 20?

Enfim, é preparar a pipoca e assistir os próximos capítulos dessa treta cabulosa.

Brothers, por hoje é só. Deem seus palpites e desejos, comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito. Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!! OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu O Option File VinnyXtreme  V8 para eFootball PES 2020 PS4!!!!!!!!!!! Só Clicar Na Imagem Abaixo E Conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DÊ SUGESTÕES E REPORTE BUGS NO JOGO CLICANDO AQUI

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!