Fox Engine e Sua História na Franquia Pro Evolution Soccer

features inclusas na franquia pelo motor gráfico Fox Engine que tínhamos em edições anteriores, mas por incrível que pareça não estão mais na atual edição. Então, vamos a esse resgate? Aperta o cinto e “vamo que vamo”! Vamos voltar no tempo, precisamente em setembro de 2013, onde PES 2014 foi anunciado com o motor gráfico da Fox Engine, desenvolvida por Hideo Kojima, e prometia um grande e revolucionário salto em todos os campos para a franquia PES, incluindo jogabilidade, novas animações extracampo, movimentação fluida e natural e, é claro, nos gráficos. Pela excelente recepção e avaliação dessa Engine, já utilizada em outros jogos, como o aclamado “Metal Gear Solid V: The Phantom Pain”, a Konami decidiu implementar a Fox Engine também na franquia Pro Evolution Soccer para continuar entregando a agradável experiência do futebol virtual, já conquistada e reconhecida pelos seus consumidores desde suas versões anteriores. Até ai, tudo bem! Novo motor gráfico anunciado, produção e desenvolvimento a todo vapor; hype gerada com a divulgação das imagens do novo motor gráfico e suas possibilidades e os anúncios das plataformas compatíveis, já que na época Sony e Microsoft já haviam apresentado seus novos consoles, introduzindo a “nova geração de consoles”, respectivamente PlayStation 4 e Xbox One, pelo qual, inicialmente Pro Evolution Soccer, já com a Fox Engine, seria apresentado exclusivamente para a então nova geração, mas aí vem a primeira e a pior “konamisse” de muitas outras que viriam: a decisão de incluir e vincular a Fox Engine para a antiga geração, que até então era PlayStation 3 e Xbox 360. Só que a Konami, que até poderia ter a melhor das intenções de agradar a todos os públicos, trazendo as novidades, o novo gráfico e a nova experiência na jogabilidade resultou num terrível pesadelo do qual ela só acordaria muitos anos depois, pois já que todo um trabalho construído e planejado exclusivamente para atual geração de consoles teve que literalmente ser demolido e construído do zero para adaptá-la a antiga geração de consoles, já que essa não tinha hardware suficiente para confortar e receber tais avanços gráficos. Então, nesse processo de adaptação, muitas cutscenes, animações e revoluções, até então prometidas, tiveram que ser cortadas ou reduzidas a pó ou poeira para que os consoles da antiga geração pudessem recebê-la. Então, vamos ver o que tínhamos de bom e o que ainda poderíamos usufruir dessa Engine.

Pro Evolution Soccer 2014

Menus Interativos Entre Usuário/Gráfico

Os menus, apesar de serem burocráticos, confusos e de muito “clique-clique”, introduziam ao jogador o novo motor gráfico e, com isso, mostrar a que veio (pelo menos, era pra ter sido assim, né?!), eles tinham algo de muito legal e interessante que era a de apresentar jogadores ao fundo do menu, já com os gráficos “in game”. E se você habilitasse o seu time favorito os jogadores apareciam nesse fundo e os menus ganhariam as cores de acordo com o padrão que representasse o time.

Mosaicos E Torcida Melhor Representada

Quem nunca quis jogar com o Bayern de Munique no Allianz Arena lotado só pra ver essa belezura de mosaico? Era uma lindeza, sem falar nos estádios sul-americanos que, por sua vez, apresentavam sinalizadores e torcidas reproduzidas melhor que nos tempos atuais! A única edição a apresentar este recurso.

Texturas E Filtros Melhor Renderizados

Acreditem: para os anos seguintes, PES 2014, de longe, se comparado a outras edições futuras, disparou com sua riqueza de texturas e renderizações em uniformes e gramado. Não eram gramados em 2D ou 3D, mas a sensação que tínhamos era que “a grama era mais verde” do outro lado da tela ou que irrigavam o gramado. Olhem aí que beleza!

Pro Evolution Soccer 2015

Um ano se passou e a Konami ainda estava se recuperando do tropeço e do arrependimento das suas decisões do ano anterior. Com base nas reclamações dos seus clientes, muitas coisas foram cortadas no intuito de deixar o jogo mais fluido e responsivo nos comandos, já que as belezocas que “encheram os olhos” na edição anterior estavam pesando no desempenho do jogo. E, nesses cortes, foi-se também o criador da nova Engine da franquia em mais uma Konamisse, ou seja, demitir o criador da criatura. Então, o que a equipe da Konami poderia fazer com a Engine sem a orientação do seu criador?

Menu Reformulado, Animado E Novos Conceitos

Um novo menu foi apresentado e, com ele, muitos conceitos e futuros padrões seriam aderidos e enraizados na franquia por um longo tempo. Com eles, o esquema de menu em “formato janela”, onde pequenos quadros com imagens representativas mostrariam os modos de jogo ou configurações e, ao fundo, jogadores em movimento mostrando o detalhamento e realismo gráfico.

Jogadores Em Movimento No Menu Pré-Jogo

Os jogadores se movimentavam em estilo “aquecimento” e “encaravam” seu adversário do outro lado em uma interação direta e indireta simultaneamente com o usuário e o adversário virtual. A única edição a apresentar isso.

Iluminação E Sombreamento Refinados

Já que na edição anterior não havia chuva, nesta aqui o sol brilhou, e como brilhou, pois a iluminação foi aprimorada e o sombreamento nos estádios também. Nada de maravilhoso, mas davam a sensação de que “é, estou jogando de dia!”, porém faltavam sombras à noite.

Pro Evolution Soccer 2016

Pouco foi implementado ou modificado, já que a Konami havia descoberto em PES 2015 a sua galinha dos ovos de ouro, vulgo “myClub”, e passaria a olhar atentamente e quase que exclusivamente para esse modo de jogo e, assim, seguiria até os dias atuais, mas ainda podemos destacar coisas bem interessantes.

“Clima Dinâmico”

Sim, a Konami quis introduzir o clima dinâmico, mas que de dinâmico não tinha nada! A promessa era boa e encheu os olhos d’água de todos nós, mas os resultados foram os piores. O dinamismo foi inexistente e, o que ocorria, era uma mudança brusca e repentina de nublado pra chuva que sempre era feita no primeiro ou segundo gol, mas pelo menos estava lá.

Início Da Reformulação Da Física

Começaram a dar atenção ao realismo como um todo, partindo da física. O sistema de contato foi reformulado e assim seria pelas próximas edições, mas podíamos ver que a cada edição jogadores “atravessando um ao outro” eram menos frequentes e, a bola, ganhou vida, além da interação dela com o gramado, ou seja, alguns sutis ajustes foram feitos.

Pro Evolution Soccer 2017

Reclamações continuaram vindas de todos os lados, a recuperação do fiasco de PES 2014 viria agora, pois a Konami percebeu que seus clientes não seriam apenas jogadores casuais e, sim, exigentes e queriam a melhor e a mais real experiência virtual possível. Termo esse que vem a calhar para essa edição, pois o lema da franquia representaria bem essa “arregaçada de mangas”: CONTROL REALITY, ou traduzindo para a nossa língua, CONTROLE DA REALIDADE.

Gráficos E Mais Gráficos

Um novo modelo de escaneamento e de captura de imagens foi apresentado e jogadores de times parceiros seriam fielmente reproduzidos com suas tatuagens, cortes de cabelo, barba, cicatrizes e etc. E, com isso, a Fox Engine foi “saindo do casulo” e mostrando o verdadeiro potencial que ela poderia apresentar. Foi tarde para isso? Acredito que sim, mas já diziam os mais velhos que “antes tarde do que nunca!”

Física Reformulada

Se no PES 2016 ela quase que não existia, no PES 2017 os jogadores sentiam tudo, mas tudo mesmo! Um carrinho brusco sofrido, vibrando no controle, a bola perdendo sua força e trajetória em uma grama alta ou numa chuva torrencial e ate mesmo a bola indo mais rápida em um gramado curto, com um chute rasteiro por exemplo.

Pro Evolution Soccer 2018

Ah, finalmente a Konami percebeu os erros que cometeu e acordou de um sono profundo e, com esse despertar, sua última edição lançada para a antiga geração, super turbinada nos gráficos e jogabilidade, reformulação do myClub e reestruturação da equipe como um todo. Esse foi literalmente o “ano da virada” para a Konami.

Gramado De Mesa de Sinuca?

A sensação era a de que estávamos jogando em um gramado que imitava uma mesa de sinuca com sua péssima textura, salvo quando aproximávamos a imagem ou nos replays dos lances. Diria que o pior gramado da Fox Engine foi o dessa edição, mas com a física geral de chuva e sol incrivelmente representada, simulação de desgaste ao longo da partida e tufos de grama saindo após um chute ou carrinho.

Estádios Voltando A Ter Sua Atenção

Cutscenes de externas e internas de alguns estádios foram fielmente reproduzidos e oferecidos ao público. A torcida voltou a ter vida e sua importância na franquia. Aumentaram seu volume, seu comportamento e sua participação no jogo, mas nada comparado às edições de 2014 e 2015. Pelo menos nos devolveram a torcida e os estádios que, por sua vez, tiveram seus detalhes refinados, alguns atualizados e outros incluídos e trazendo também uma ambientação agradável.

Texturas Mais Vivas

Com os gráficos mais vivos e turbinados não seria justo deixar as texturas opacas e limitadas. Os uniformes ganharam cores mais vivas e interação com o fator climático, ou seja, na prática em jogos com chuva as cores eram mais escuras e davam a impressão visual de um gramado molhado de fato. Jogadores também tinham suor escorrendo pelo rosto e corpo, chuteiras e bolas ficavam sujas em dias de chuva simulando o desgaste e a real sujeira destes como nos jogos reais. A continuação dessa história ainda está sendo escrita, com o lançamento de PES 2019, e vai render muito assunto até a chegada da próxima edição da franquia por conta dos crescentes rumores de que PES 2020 terá uma nova Engine, a Unreal 4, já que a versão mobile de PES 2019 foi lançada com esse novo motor gráfico. E você, o que acha que a Konami fará? Trará o jogo com uma nova Engine ou manterá a atual?
Brothers, espero que tenham gostado da matéria de hoje. Comentem bastante, pois é a interação de vocês que nos motiva a escrever! Podem concordar ou discordar, só mantenham o respeito.

Um abraço e não esqueçam,  PES é #OPoderDoFutebol !

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

OBS: conheça toda a nossa equipe clicando aqui.

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para we-brothers@we-brothers.net, ok?

>>>> Saiuuuuu a v5 do of do Vinny para PES 2019 PS4!!!!!!!!!!!!!!!! Só clicar na imagem abaixo e conferir!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

]]>