close
Análises | Reviews

Pro Evolution Soccer manual vs assistido: qual caminho seguir?

E aí brother, tudo tranquilo? Aqui quem fala é danGer. Sim, o Dan, porém com nick diferente (hahaha) e hoje irei passar adiante uma reflexão e algo que notei assistindo alguns vídeos “diferentes” sobre Pro Evolution Soccer.

E o que eu vi? Um vídeo de PES com muitos erros (chegando até ser engraçado) onde o autor do vídeo jogou o PES 2018 praticamente todo em “Manual”, ou seja, passe manual, chute manual e etc.

Foi observado através desse vídeo que. jogando dessa maneira, o PES, se aproxima bastante de um simulador de futebol real, pois há muitos erros, requer concentração para não errar, não é só apertar o botão e está feito, sendo mais profundo, e até o seu psicológico pode afetar o jeito que você dá o comando.

Isso nos leva a alguns pontos:

  • Isso torna o futebol virtual mais próximo do futebol real, com mais erros de passes e chutes, exigindo que:
  • Os “PRO” players treinem mais
  • Diminuiria a quantidade de Passes Longos com triângulos e cruzamentos constantes que são dados “aleatoriamente”, e caso seja REALMENTE estilo de jogo, TREINO seria exigido, se não, obviamente ocorreriam muitos erros.

Dessa maneira, aconteceria algo que hoje não existe, que é:

Haver uma diferença ENORME entre jogadores casuais, semiprofissionais e os que são atletas (ditos “PRO” players de clubes e que realmente ganham SALÁRIO com isso, o nível de exigência para quem quer seguir essa linha, deve ser maior.

Futebol não é um esporte linear, e a gameplay de PES 2018 já melhorou muito no quesito “variáveis”, é como meu amigo “EstarlenSilva” (Participante da PES League America Regional Finals) diz: “no PES 2018 o certo nem sempre é o certo” e foi justamente isso que fez alguns nomes fortes do cenário competitivo oscilarem nas Competições da PES League, como o Gui Fera e o Etoritto, talvez Etoritto seja o nome mais forte nesse sentido, ou seja ganha quem realmente está melhor preparado psicologicamente e mais familiarizado com as mecânicas do game.

Claro que a mudança, nesse sentido de um jogo “automatizado” para um jogo “manual”, no início encontraria muita resistência, assim como houve quando o novo sistema de marcação chegou em PES 2018. Mas tudo é questão de adaptação, pois no início tudo é desconfortante, pois te tira totalmente da zona de conforto. A grande questão aqui é:

Você erra por culpa SUA e não culpa do jogo.

Por isso eu mesmo, Dan, uso chute avançando, pois ele vai onde eu mandei, não onde o jogo quer. Se eu errar foi culpa MINHA e não do jogo e esse é o ponto que eu quero chegar, entende?

Podemos perceber que a palavra que mais se repetiu nesse post foi “treino”. Justamente porque se a Konami quer realmente focar no eSports, ela deve melhorar em alguns aspectos, principalmente na questão de que seja necessário que os “PRO” players devam realmente TREINAR e não apenas inserir horas de jogos, jogando partidas amistosas, algo como “coletivo” do futebol real, e não com os treinos de FUNDAMENTOS, por exemplo.

Dito isso, uma melhoria que a Konami deve se atentar é fazer uma transformação no modo treino, de maneira a melhorar para quem o controla, consiga personalizar o que fazer dentro dele, pois hoje vemos que o modo ainda se encontra muito limitado e o jogo da EA, por exemplo, anda bem a frente nesse quesito.

Outro ponto que vale ressaltar é que todas essas mudanças também acarretariam uma diferença gritante entre os players que realmente se “dedicam ao jogo” e quem joga casual, dessa maneira sendo necessário nivelar o jogo corretamente, pois o PES desde os primórdios, tem um sistema horrível de pareamento dos Players. Jogos fortes competitivamente no eSports possuem sistemas bem mais definidos, CS e LOL por exemplo:

No CS, os “pratas” são os jogadores casuais, que jogam para se divertir, não ligam para melhorar no jogo e etc, enquanto os jogadores “ouro” até “Ak cruzado” são os jogadores que já possuem uma mira melhor, o spray(recoil) da arma melhor, pelo menos dominado, e de Xerife até global é quando o nível de exigência é maior, taticamente, noção de jogo e etc.

Agora, trazendo isso para o PES:

Pratas: Seriam jogadores que Jogam casualmente, vão errar muitos passes, finalizações e etc

Ouro até Ak Cruzada: Jogadores que passam já conseguem fazer bons passes, criar boas jogadas, porém não finalizam tão bem.

Xerife em diante: Já sabem dar passes, criar jogadas e fazer gols com uma certa constância, porém ainda são muito irregulares.

Creio que deu para ficar claro como funcionária um sistema semelhante a esse dentro do PES, pois vejo que, por exemplo, as estatísticas que estão dentro do jogo hoje, não interessam de quase nada para os jogadores, mas para a KONAMI e para o sistema de RANKING do jogo, isso faria diferença e. então. os jogadores começariam a ficar mais atentos nisso, treinariam mais e consequentemente jogariam mais para melhorar no jogo, pois é inegável que o PES é um jogo muito “pobre” no que se refere a manter jogadores até o fim da sua vida útil e isso já ajudaria bastante nessa questão.

PES deve ser um jogo “difícil”, onde deve começar a separar “os homens dos meninos”, um jogo REALMENTE competitivo, semelhante à quando o jogo foi lançado, o sistema de marcação era TODO manual, quem se destacava era quem TREINAVA, mas a comunidade reclamou de algo que era muito bom, e foi deixado de lado. Entendo que o jogo é feito para todos, mas também acredito que adaptações são necessárias para que tenhamos uma grande diferença entre quem é “Atleta Virtual” e um jogador casual. Se a Konami conseguir nivelar o jogo corretamente, já será um grande passo nesse sentido.

Um abraço a todos e #OCampoÉNosso

Ahhh, e não se esqueçam de nos seguir no Twitter @WebrothersTeam!!!!!!!!!!! Estamos lá o dia inteiro e damos as notícias em tempo real!!!!!!!!!!!

Se você quiser compartilhar informações conosco, basta enviar um e-mail para [email protected], ok?

>>>> Lançada a V8 do option file Vinnyextreme PES 2018 PS4!!!!!!!!!!!!!!!!<<<<<

MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS!

DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!!

NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO!

 

Tags : DestaqueKonamiPro Evolution SoccerWebrothersWinning Eleven
danGer

The author danGer

Jogador SemiProfissional de PES. Ex Facemaker. Apaixonado por Pro Evolution Soccer desde que se chamava Winning Eleven. Player de PS4