Um dinossauro jogando a UEFA Euro 2016 do PES 2016

      145 comentários em Um dinossauro jogando a UEFA Euro 2016 do PES 2016

Assim, rolando a bola, o primeiro ponto negativo: como algumas outras, a seleção da Polônia não está licenciada. Embora seja meio brochante, isso não me doeu aos olhos, principalmente por se tratar da seleção polonesa, mas é algo que p PES precisa evoluir. Entretanto, tanto a Holanda quanto outras seleções que vi mais tarde, estão com os uniformes bem atualizados e com texturas muito bem feitas. Pelo que pude notar, também tem muitas faces novas de jogadores europeus, além da bola da competição e das novas chuteiras. Depois dos preparativos e cenas iniciais do jogo, assim que a bola rolou, percebi que, aqui na versão PC, os gráficos foram nitidamente melhorados: as texturas estão melhor definidas, mais bonitas, saltando mais aos olhos. Conforme o jogo foi se desenvolvendo, pude notar que a jogabilidade está mais cadenciada, o jogo está menos baseado na correria, e a movimentação dos jogadores está mais natural. Uma coisa que, logo no primeiro ataque que sofri pude notar, é que o sistema de marcação foi muuuuito melhorado: agora nós conseguimos marcar com mais eficiência, zagueiros não parecem mais translúcidos, eles marcam e recuperam a bola; esse era um grande defeito do PES 2016, na minha opinião, e foi consideravelmente suprimido. Com o decorrer da partida contra a Polônia, venci por 2×0, atacando bastante pelas laterais com Robben e Depay, colocando o Van Pierse na cara do gol a todo instante. O jogo não foi fácil, foi bem disputado mas, no final, era apenas a Polônia. Na segunda partida, contra a Ucrânia, pude notar ainda mais o aumento da dificuldade e da coerência do jogo: a cpu toca mais a bola, varia mais a jogada, está mais inteligente. Embora a partida tenha sido mais difícil que a anterior, dado que saí atrás no placar, mais uma vez os meus pontas fizeram a diferença e viraram o jogo, colocando os centroavantes na cara do gol algumas vezes: 2×1 pra mim! Depois de vitórias nas primeiras duas partidas, chegou a hora de encarar a atual campeã do mundo, a potente seleção alemã. De cara, pude ver uma CPU marcando em cima, fazendo faltas duras, levando cartões; isso serviu para eu perceber que, entre outras coisas, o sistema de choques também foi melhorado, está mais real e macio. A Alemanha me envolveu com contra-ataques mortais, com toques rápidos e variações de jogadas. Enquanto isso, na defesa, uma linha de impedimento feroz travava meus pontas. O resultado foi, infelizmente, uma derrota de 2×1, mas que foi vendida muito cara, com Van Pierse numa tarde de Deivid perdendo gols feitos incríveis! Bem, como disse antes, não vou me alongar muito, pois o Renan (Meu Eterno PES) já fez isso. O que pude notar, nesse primeiro instante, foi um jogo melhor calibrado, ajustado, com a jogabilidade mais suave e cadenciada, tornando o todo (dentro das quatro linhas) muito mais divertido. Depois voui jogar as fases eliminatórias e postou mais impressões. Comentem bastante. Pra fechar o post, mais um vídeo do nosso parceiro, Meu Eterno PES: [youtube id=”U9Kw9wZGoNA” width=”600″ height=”350″] Um abraço a todos e #OCampoÉNosso #WeWillRockYou #AmeoPassadoJogueoFuturo MOSTRE A WEBROTHERS PARA OS SEUS AMIGOS! DENUNCIE DERRUBADORES CLICANDO AQUI!!!!!!!!!!!!!!!!! NÃO LEIA APENAS, COMENTE A POSTAGEM. O SEU COMENTÁRIO É A NOSSA MOTIVAÇÃO! ENTRE NA PES LEAGUE COPA LIBERTADORES CLICANDO NO LINK http://bit.ly/WeB-PESleague RESOLVA SEUS PROBLEMAS DE CONEXÃO NO PES 2016 CLICANDO AQUI Webrothers Site – http://www.we-brothers.net/ Webrothers Forum – http://www.we-brothers.net/forum Webrothers Twitter – https://twitter.com/webrothersteam Webrothers Facebook – https://www.facebook.com/webrothersteam Webrothers Google+ – https://plus.google.com/u/0/+WebrothersNettea        ]]>